Os pneus de 2019

A Pirelli decidiu que apenas três cores que vão diferenciar os pneus na temporada de 2019: branca (para o composto mais duro), amarela (para o médio) e vermelha (ao mais macio).
Todos eles são numerados de 1 a 5, indo do mais duro (C1) ao mais macio (C5).
A marca italiana também revelou os novos pneus intermediários e de chuva, que terão marcas das cores verde e azul, respectivamente. Eles são diferentes dos antecessores. Há um novíssimo pneu intermediário, projetado para abranger uma gama mais ampla de condições do que seu antecessor. Isso faz que o ponto de cruzamento seja muito mais eficaz com os pneus slicks e com os de chuva. O pneu de chuva intensa também é totalmente novo, com um perfil redesenhado que oferece maior resistência à aquaplanagem e melhor dirigibilidade em chuva forte.
Em 2018, duas linhas paralelas de pneus de chuva e intermediários foram homologadas: uma para temperaturas mais altas e outra para temperaturas mais baixas. Em 2019, os pneus tornaram-se mais versáteis e não é mais necessário ter duas gamas: existe apenas um pneu intermediário e um pneu de chuva para todo o ano.

A temperatura máxima dos cobertores de pneus na traseira foi reduzida para 80 graus centígrados, enquanto a temperatura da manta dianteira permanecerá nos 100 graus centígrados. Isso ajudará o aquecimento do pneu dianteiro e também reduzirá o risco de granulação, especialmente em baixa temperatura ambiente. Como resultado, as pressões iniciais dos pneus traseiros foram reduzidas na mesma proporção.

As faixas de trabalho são um pouco maiores para este ano, a fim de reduzir o potencial de superaquecimento. Isso garante que, em geral, também haja uma janela operacional mais ampla. Com o objetivo de reduzir o superaquecimento dos pneus, os jogos que serão utilizados em 2019 são mais resistentes. O pneu mais duro pode suportar até 140 graus Celsius, enquanto o mais macio aguentará até 115 graus Celsius.

C1 110-140°C
C2 110-135°C
C3 105-135°C
C4 90-120°C
C5 85-115°C

Durante a pré-temporada de 2018, as equipes sofreram consideravelmente com os pneus, como resultado das baixas temperaturas da primeira semana e do novo asfalto do Circuito de Barcelona-Catalunha. Além de granular os pneus apresentavam bolhas, causadas pelo sobreaquecimento da carcaça e pelo desgaste escasso do piso.
Para evitar este efeito, a Pirelli utiliza em 2019 um tipo de pneu com piso 0,4 milímetro mais fino, facilitando a dissipação de calor e prevenindo a ocorrência de bolhas nos circuitos secundários de alta carga (curvas rápidas e longas). As construções de pneus serão exatamente as mesmas em todas as corridas deste ano. Os pneus dianteiros têm 305 milímetros de largura, enquanto traseiros  têm diâmetro 670 mm. .