Molas

molas_01As molas fazem parte do sistema de suspensão do carro. Elas se apoiam no chasse e nas bandejas  e têm como função manter a altura dele em relação ao solo. Elas trabalham em conjunto com os amortecedores e têm como função reduzir os impactos devidos às irregularidades da pista, que poderiam causar fissuras e quebra das soldas do carro.

As molas de um carro de Formula 1 são do tipo helicoidal e constituídas por espiras (cada uma das voltas da espiral), geralmente de aço. A mola é caracterizada pela espessura do fio de aço que constitui as espiras, pelo passo, ou seja, a distância entre duas espiras sucessivas, pelo diâmetro das espiras e pelo comprimento da mola. As molas utilizadas na competição e na maioria dos carros de série, são de progressividade variável isto é, a sua rigidez é diretamente proporcional à carga. Para construir uma mola de rigidez variável utilizam-se diversas soluções.

molas_02Em alguns casos, é o passo da mola que é variável e progressivo, por outro, é o diâmetro do fio de aço que varia, noutros ainda são as espiras que têm um diâmetro decrescente, constituindo um cone. Em casos de extrema sofisticação, o que varia é a rigidez do aço que constitui as molas, solução muito cara e tecnicamente difícil.