Publicidade

Michael Schumacher, depois da vitória de Rubens Barrichello, no GP da Hungria, em 2002

Nossa prioridade é dar o vice a Rubens. Depois, talvez a gente possa se divertir. No momento, está claro que não estamos completamente livres para correr um contra o outro.