DAS, o volante da Mercedes

A Mercedes surpreendeu as demais equipes nos treinos da pré-temporada de 2020 da Fórmula 1 com um a inovação no volante, o DAS- Dual Axial Steering ou Volante de Eixo Duplo. As imagens de bordo mostraram os dois pilotos da equipe puxando o volante para si nas retas e empurrando nas curvas. O dispositivo parece alterar o alinhamento (dedo do pé) das rodas dianteiras r é. É controlado pelo motorista puxando e empurrando a coluna de direção. O movimento pode ser visto na entrada e saída das retas, além das zonas de frenagem mais bruscas. Ao que parece, o movimento ajusta o alinhamento das rodas dianteiras, com o puxão do volante prendendo endireitando as rodas, enquanto o empurrão distenciona. Em síntese: O  sistema  altera a cambagem das rodas conforme o piloto empurra ou puxa o volante, de modo a gerar mais aderência nas curvas e menos arrasto aerodinâmico nas retas.
Os carros de F1 geralmente são montados com pneus dianteiros apontando levemente para fora, porque, na frenagem, eles são levemente empurrados para dentro. Com essa configuração, se endireitam na frenagem e isso significa que, aerodinamicamente, tenham um pouco mais de arrasto nas retas, o que tira a velocidade do carro e aquece a borda interna do pneu, afetando o desgaste da borracha.
Com o sistema de direção de eixo duplo, além de virar à esquerda e à direita, o volante também se move para frente e para trás. Isso significa que, quando Hamilton ou Bottas entram em uma curva, também podem puxar o volante e afastar o carro da curva. Quando eles retornam às retas, podem nivelar as rodas para menos desgaste e velocidade na lavagem.
O dedo do pé também pode ser usado para aquecer os pneus ou até mesmo reduzir o desgaste dos pneus, especialmente em voltas quando os pneus estão frios. Durante as precauções de curso completo, muitas vezes você pode ver os motoristas ‘esfregando’ seus pneus tecendo para frente e para trás, esse sistema permite que o motorista aqueça os pneus dianteiros em velocidade, alterando levemente a ponta das rodas.
No próximo ano, porém, o sistema de direção com eixo duplo será proibido e se juntará aos anais dos freios duplos da McLaren, do carro de seis rodas Tyrells ou do carro de fã Brabhams.