Publicidade

Rio Haryanto

Perfil

Nome Rio Haryanto
País Indonésia
Nascimento  22 de janeiro de 1993
Local Surakarta (Solo) – Java Central
Pais Indah Pennywatti (mãe) e Synio Haryanto (pai)
Irmãos Rizky (Ricky, Kiki), Roy e Ryan
Altura 1,70 m
Peso 70 kg
Estado civil Solteiro
Residência Cingapura
Religião Islamismo (reza 5  vezes ao dia)
Preferências Água mineral e bebidas sem soda/gaseificadas, leite com chocolate
Filmes Avatar, Glee e Rocky
Esportes Corrida e esportes aquáticos
Piloto Ayrton Senna
E-mail Rioharyanto@hotmail.com
Twitter @RHaryantoracing
Site Rioharyanto.com

Carreira

 

Fórmula 1

 

 Ano Equipe Corridas Vitórias Poles Pódios Voltas Pontos Posição
2016 Manor

12

0

0

0

0

0

23º

 

Outras categorias

 

 Ano Categoria Equipe Corridas Vitórias Poles Pódios Voltas Pontos Posição
2008 Formula RenaultÁsia – Desafio Ásia RacingTeam

10

2

1

3

2

160

Formula Ásia 2.0

13

1

1

7

2

121

Formula BMWPacific

5

0

0

0

0

0

N/C

2009 Campeonato Australiano – A Escuderia PHR

2

0

1

0

1

29

11º

Campeonato Australiano – Ouro Astuti Motorsport

2

0

0

0

0

18

Ásia F/Renault Desafio Ásia RacingTeam

2

0

0

2

0

48

11º

Fórmula BMWEuropa Escuderia Coloni

2

0

0

0

0

0

N/C

Fórmula BMW Pacífico Questnet Team

15

11

7

12

9

250

2010 GP 3 Séries Manor Racing

16

1

0

3

0

27

Fórmula 1 Marussia Virgin

Piloto de testes

2011 GP3 Séries Marussia Manor

16

2

0

4

1

31

Auto GP DAMS

14

1

1

3

2

82

2

0

0

0

0

0

17º

2012 GP2 Séries Carlin

24

0

1

0

1

38

14º

2013 GP2 Séries Barwa Adax

22

0

0

1

0

22

19º

2014 GP2 Séries EQ8 Caterham

22

0

0

1

0

28

15º

2015 GP2 Séries Campos Racing

22

3

0

5

1

138

História

Rio Haryanto nasceu em Surakarta (também denominada Solo), na Java Central, a 22 de janeiro de 1993, filho do casal Indah Pennywati e Synio Haryanto, ex-piloto de corridas nacionais na Indonésia. Seguindo os dois irmãos mais velhos, Roy e Ryan Haryanto, começou a andar de kart aos seis anos, e, em 2005 e 2006, ganhou o prêmio de Melhor Atleta Júnior do kart, conferido pela Associação de Motor da Indonésia.

Em junho de 2008, ganhou o primeiro evento do circuito asiático de kart, o Aberto da Série 1, em Guia, Macau, na China. Nesse mesmo ano, também iniciou a carreira em monopostos, disputando a Fórmula Renault Asiática, a Fórmula Ásia 2.0 e a Fórmula BMW Pacific. Na Fórmula 2.0, venceu duas corridas para terminar em terceiro no campeonato, atrás dos europeus Felix Rosenqvist e Matthias Beche.

No ano seguinte, participou como convidado, sem classificação, de duas provas da Fórmula BMW do Pacífico, mas depois foi campeão da categoria, com 11 vitórias e 12 pódios, em 15 corridas. Ainda em 2009, correu no campeonato australiano da série A e da série Ouro, obtendo o 11º e o 8º lugares, respectivamente; na Fórmula Renault Ásia, foi o 11º colocado, com 48 pontos, com 2 vitórias nas duas corridas das quais participou no campeonato de 12 provas.

Em 2010, com o apoio de vários patrocinadores, ele passou a correr fora do continente asiático, disputando a GP3 Europa, pela Manor, e obtendo a primeira vitória no circuito de Istambul, um 2º lugar em Silverstone, e o 3º, em Monza e terminando em 5º lugar, com 27 pontos. Também em 2010, Haryanto se tornou o mais jovem piloto a dirigir, no dia 16 de novembro, um carro da Fórmula 1, fazendo um teste incompleto, por problema mecânicos, pela Marussia Virgin, em Abu Dhabi. No ano seguinte, não ganhou a oportunidade de um novo teste, por ter sido superado pelo companheiro de equipe Adrian Quaife-Hobbs.

Em 2011, ele correu pela Marussia Manor Racing e, apesar das vitórias em Nurburgring e Hungaroring, sob chuva, que lhe deram a fama de especialista em pista molhada, sete corridas sem marcar o rebaixaram ao 7º lugar do campeonato. Em compensação, obteve o prêmio da melhor vitória da categoria na temporada. Paralelamente, o indonésio disputou nesse ano o campeonato da série Auto, pela DAMS, sendo o 7º colocado, com 82 pontos, 3 pódios e 2 voltas mais rápidas da primeira fase, de 14 corridas, e 17º na segunda fase, da qual disputou apenas 2 corridas.

Depois da estreia pela DAMS, em corridas extracampeonato, ao final da temporada de 2011, a partir do ano seguinte, Haryanto disputou a GP 2, sendo o 14º, com uma volta mais rápida e uma pole sob chuva, em Spa, pela Carlin, em 2012; 19º, com o primeiro pódio, em Silverstone, em 2013, pela Barwa Addax; 15º, com o 2º pódio, em Mônaco, pela EQ8 Caterham, em 2014, e 4º colocado, com 3 vitórias e 138 pontos, pela Campos Racing, em 2015.

Em 2012, num teste de dois dias, nos quais completou 300 quilômetros na pista, Haryanto cumpriu a exigência da FIA e tornou-se o primeiro piloto indonésio a receber a Super Licença para correr na Fórmula 1.

Após a campanha de 2015, na GP2, em que foi o 4º colocado, com vitórias no Bahrein, Inglaterra e Áustria e dois pódios, além de vários pontos de chegada, Haryanto começou a disputar uma vaga na equipe principal da Manor, com Will Stevens e Roberto Merhi.  Depois de muita negociação e ajuda financeira da petrolífera Petarmina e do governo indonésio que chegou a 35 milhões de dólares, em 18 de fevereiro, Rio Haryanto foi anunciado como piloto titular da Manor para a temporada de 2016. E já nessa condição, fez sua estreia nos treinos de pré-temporada em Barcelona e participou de 12 corridas do campeonato, da Austrália à Alemanha, sem nenhum resultado expressivo. A sua melhor chegada foi em Mônaco, onde obteve a 15ª colocação.  Em 10 de agordo, depois de não ter conseguido apoio financeiro da sua patrocinadora e do governo indonésio,  Rio Haryanto foi demitido pela Manor, que o substituiu por Esteban Ocon.

Rio Haryanto tem residência em Cingapura e estuda Administração de Empresas na Ftms Global, ligada à Anglia Ruskin University, do Reino Unido. Ele não se descura do estado físico e faz exercícios de natação, corrida ou ginástica, durante quatro horas, de manhã e à noite, depois que volta da faculdade.  Come alimentos ricos em proteínas, tendo preferência pelo salmão, que, às vezes, ele mesmo cozinha.