Publicidade

Luciano Burti

 

Nome

Luciano Pucci Burti

Nacionalidade

Brasileiro

Nascimento

5/03/1975

Local

São Paulo

Carreira

200-2001

Equipes

Jaguar, Prost

Largadas

15

1ª corrida

GP da Austrália de 2000

Última corrida

GP da Bélgica de 2001

Luciano Burti correu apenas duas temporadas na Fórmula 1, em 2000 e 2001,  e não é lembrado por nenhuma grande performance na pista, mas sim pelo espetacular acidente que sofreu no GP da Bélgica de 2001, na pista de Spa-Francorchamps, no dia 2 de setembro..

Na quinta volta, correndo pela Prost, depois de uma fechada do irlandês Eddie Irvine, da Jaguar, o brasileiro saiu da pista na curva de Blanchimont e, a 200 quilômetros por hora, bateu de frente com a barreira de pneus. Burti foi retirado do carro desacordado e levado para o Hospital Universitário de Liege, onde se contatou que não tinha nenhuma fratura, mas um coagulo no cérebro. O piloto ficou em coma durante várias semanas e depois de deixar o hospital deixou de disputar corridas e foi piloto de testes da Ferrari em 2002 a  2004. No final desse último ano, voltou definitivamente ao Brasil, passando a disputar, em 2005, o campeonato da Stock Car e, em 2007, a comentar corridas da F1 pela TV Globo.

Luciano Pucci Burti nasceu em São Paulo, a 5 de março de 1975, filho de um grande empresário da industria gráfica. Ao contrário da maioria dos pilotos, foi para as pistas bem tarde, começando a competir no kart aos 16 anos, em 1991. E três anos depois, em 1994, conquistou o seu primeiro título, tornando-se campeão sul-americano. No ano seguinte, foi campeão paulista.

Em 1996, com 21 anos, foi para a Inglaterra, para disputar o campeonato da Fórmula Vauxhall Jr. e, graças ao bom desempenho, foi promovido à categoria principal, da qual foi campeão em 1997.

Depois de várias vitórias na Fórmula 3  inglesa, foi convidado para um teste na F1, em Silverstone, pela equipe Stewart, da qual foi pilotod e testes em 1999, ano em que também foi vice-campeão da Fórmula 3, atrás de Marc Hynes e na frente de Jenson Button.

Em 2000, Burti continuou como piloto de testes e reserva de Eddie Irvine e Johnny Herbert na Jaguar Racing, que sucedeu à Stewart,  e fez sua estréia na categoria no GP da Áustria, no dia 16 de julho, substituindo Irvine. Embora tenha assumido o carro apenas no sábado de manhã, Burti, que tinha largado na 21ª e penúltima posição, foi o 11º dos 12 pilotos que completaram a prova.

No ano seguinte, Burti foi contratado como piloto oficial da equipe, mas só disputou por ela as cinco primeiras corridas. Depois do GP da Espanha, no dia 29 de abril, trocou o time inglês pela Prost Grand Prix, à qual defendeu em nove provas, até o acidente que o afastou das provas oficiais. Nas 14 provas disputadas em 2001, Luciano Burti obteve 2 oitavos lugares; 2, décimos; 3, décimo – primeiros, e 1 décimo – segundo, e não completou as outras 6.