Jean-Pierre Jarier

Nome

Jean-Pierre Jacques Paul Jarier

Nascimento

10 de julho e 1946

Local

Charenton-Le-Pont – França

Equipes

March, Shadow, Penske, Ligier, ATS, Lotus, Tyrrel, Osella

Estreia na F1

GP da Italia de 1971

Última corrida

GP da África do Sul de 1983

Corridas

135

Pontos

31,5

Pódios

3

Poles

3

Voltas+rápidas

3

3ºs lugares

3

4ºs lugares

2

5ºs lugares

6

6ºs lugares

3

1ª fila

3

Voltas na liderança

79

Kms na liderança

461

Não qualificado

5

Acidentes

20

Jarier nasceu em Paris, em  10 de julho de 1946, e iniciou sua carreira nas pistas em 1967, na Copa Gordini. Seu bom desempenho nas temporadas de 1967 e 1968, além do apoio de Beltoise, serviram-lhe de passaporte para a Fórmula 3, onde iniciou com uma Tecno.

Entrou para a Fórmula 2 em 71,  com um March, e no ano seguinte também passou a disputar o Mundial de Marcas, com uma Ferrari Daytona, tendo vencido as 6 Horas de Watkins Glen.

No ano seguinte ingressou na Fórmula 1, também permanecendo na F2, na qual obteve oito vitórias e sagrou-se campeão europeu. Em 74,  deixou a F2 e na F1 passou para o UOP Shadow Racing Team, somando 6 pontos no fim da temporada. No Mundial de Marcas, em dupla com Jacky Ickx, obteve um excelente resultado, tornando a Matra a vencedora Mundial da categoria.

Em 1975, na F1, o piloto partiu na pole-position na Argentina, mas o carro quebrou logo no início. No Brasil, manteve a primeira posição até a 32ª . volta, parando por problemas do veículo. Chegou em 3º  lugar no GP da Espanha; na Suécia chegou em 22º . lugar e na França terminou em oitavo. Em Mônaco, bateu num guard-rail e teve que abandonar a corrida, o que também ocorreu na Inglaterra, em função da pista molhada. Na Holanda, o pneu estourou e o carro bateu nas grades de proteção. Em 77 transferiu-se para a ATS;  no meio do campeonato de 78 passou para a Lotus e continuou trocando de escuderias até o fim da carreira: 79, Tyrrel; 81, Ligier e Osella, e 83 Ligier.

Durante suas 11 temporadas de Fórmula 1, Jarier praticamente só não  teve problemas em 78.  Em todas as demais, abandonou pelo menos uma ou duas corridas, devido a acidentes ou problemas com o carro. Em toda a carreira, participou de 136 corridas, conseguindo três terceiros , dois quartos, seis quinto e três sextos lugares, três poles e três voltas mais rápidas, totalizando 31,5 pontos.