James Hunt

Nome  James Simon Wallis Hunt

Nascimento

29 de agosto de 1947

Local

Belmont – Inglaterra

Morte

15 d ejunho de 1993

Local

Wimblendon – Londres

Equipes

Hesketh, McLaren, Wolf

Estreia na F1

GP de Mônaco de 1973

1ª vitória

GP da Holanda de 1975

Última  vitória

GP do Japão de 1977

Última corrida

GP de Mônaco de 1979

Pontos

179

Vitórias

10

Pódios

23

Poles

14

Voltas+rápidas

8

1ª fila

24

2ºs lugares

6

3ºs lugares

7

4ºs lugares

7

5ºs lugares

2

6ºs lugares

3

Voltas na liderança

634

Kms na liderança

3229

Acidentes

16

James Hunt nasceu na Inglaterra, no dia 29 de agosto de 1947. Iniciou sua carreira automobilística na F3, quando o Lorde Alexander Hesketh o viu em prantos no circuito de Monte Carlo, em 1971, diante de seu carro quebrado. Bastou para que Hesketh apoiasse sua estréia na F1, no GP de Mônaco de 1973, comprando-lhe um March 731. Juntos fundaram a Hesketh Racing e venceram o GP da Holanda em 1975.

Com a falência da Hesketh, Hunt tranferiu-se para a McLaren, na vaga deixada por Emerson Fittipaldi, que foi para o Copersucar. Ao longo de seus 7 anos na F1,  construiu uma bela biografia nas pistas: em 92 GPs disputados, obteve 10 vitórias e 14 poles; registrou o recorde de 8 voltas mais rápidas; largou 24 vezes na primeira fila e foi campeão mundial em 1976.

Obteve sua fama correndo com nomes respeitáveis como Niki Lauda, Emerson Fittipaldi e Clay Regazzoni. Por ter um comportamento irreverente e extrovertido, Hunt rompeu com a postura dos pilotos “mauricinhos” nos anos 70. Inglês, loiro, de corpo atlético e muito à vontade, se destacava dos demais, andando descalço e deixando de lado seus sapatos tamanho 46. Gostava de roupas esportivas, fumava muito e era um bom bebedor, mas profissionalmente tinha uma postura inquestionável.

Considerado desligado e até mesmo frio, sempre soube separar os problemas pessoais do automobilismo. Tanto que, em 1977, comemorou sua vitória no GP da Inglaterra, disputado em homenagem ao Jubileu de Prata da Rainha Elizabeth, sabendo que sua mulher, a modelo Suzi Miller, o trocava pelo ator Richard Burton.

O estilo de Hunt era agressivo mas leal. Antes de falecer, em 16 de junho de 93, vítima de um ataque cardíaco, aos 45 anos, ele trabalhava como comentarista de F1 na BBC , de Londres. Era uma forma de permanecer vinculado à sua paixão, que lhe concedeu muita fama mas pouco dinheiro.

Hunt esteve na Fórmula 1 de 1973 a 1979, participando de 92 GPs  e conquistando um título mundial, 10 vitórias, seis segundos lugares, sete terceiros e dois quartos. Fez  14 poles e oito voltas mais rápidas, totalizando 179 pontos em toda a carreira.