Jack Brabham

Nome

John Arthur Brabhamn

Nascimento

2 de abril de 1926

Local

Hurstville – Sidney – Austrália

Equipes

Cooper, Rob Walker e Brabham

Estreia na F1

GP da Inglaterra de 1955

1ª vitória

GP de Mônaco de 1959

Última vitória

GP da Àfrica do Sul de 1970

Última corrida

GP do México de 1970

Largadas

126

Títulos

3 (1959, 1960 e 1966)

Pontos

253

Vitórias

14

Pódios

31

Poles

13

Voltas+rápidas

10

2ºs lugares

10

3ºs lugares

7

4ºs  lugares

13

5]s lugares

5

6ºs lugares

4

1ª fila

38

Voltas na liderança

827

Kms na liderança

4551

John Arthur Brabham (Jack), nascido na Austrália, em 2 de abril de 1926, realizou um grande sonho do automobilismo, venceu na Fórmula 1, com um carro construído pelas próprias mãos. Ele que já tinha sido campeão em 59 e 60, ganhou o título de 66 com seu próprio carro. No ano seguinte, o vencedor foi Denis Hulme, também  com o Brabham. A marca nasceu em 62 e também ganhou os campeonatos de pilotos em 81 e 83, com Nelson Piquet.

De 1947 a 1951, Jack Brabham venceu todas as provas realizadas na Austrália, com um Midget de motor JAP. Em 55, foi para a Inglaterra, numa ocasião em que o automobilismo passava por transformações técnicas, alterando-se a concepção do carro de corrida, com o motor passanso a ocupar a central traseira. Charles Cooper e seu filho John estavam avançando com essa proposta.

O piloto australiano participou pela primeira vez de uma corrida inglesa com um Cooper Alta, no circuito de Goodwood. Apesar de o veículo ser de baixa potência, ele se classificou em 4º . lugar. Com isso nasceu uma confiança mútua entre Jack e os responsáveis pela construção do carro.

Mas seu nome só começou a chamar a atenção em 57, quando, com um Cooper, concorreu com grandes pilotos no Grande Prêmio de Mônaco. Manteve-se por muito tempo em terceiro lugar  mas, com a quebra do reservatório de óleo, terminou a corrida em 6º . lugar.

Somente em 58 é que Jack teve a oportunidade de dirigir um veículo potente, um Astor Martin,  nos 1000 Quilômetros de Nurburgring. Das 44 voltas, correu apenas 8, porém conseguiu tempos melhores que os de Stirling Moss. As inovações nos carros de corrida interferiram na sua técnica de dirigir. Enquanto Moss tendia a um relax, Jack mostrava-se compenetrado.  Devido a isso, apesar de ser mais veloz, Jack era tido como um piloto sem muita expressão. Tanto que no Grande Prêmio da Alemanha, Jack retornou à F2, cedendo lugar a Salvadori, considerado melhor pelos organizadores, o que não se confirmou.

Na temporada seguinte,  Brabham foi o vitorioso da F1. No último GP, em Sebring, sua chegada foi emocionante, ficou sem gasolina na última volta quando estava na liderança e seu carro parou a 500 metros da linha de chegada. Desesperado, Jack empurrava seu Cooper, enquanto via passar seus concorrentes. Chegou em quarto lugar, mas pela contagem de pontos ganhou o titulo de campeão mundial.

Mesmo depois da vitória, os críticos ainda atribuíam isso à sua sorte e não à competência. Por isso achavam que seu nome sumiria. Engano. Na temporada de 60,  não participou dos  GPs da Argentina e de Mônaco. Mas em seguida venceu cinco GPs consecutivos num total de nove, e venceu novamente a F1 antes das duas últimas competições.

O ano de 61 foi marcado pelas alterações na F1, quando os motores tiveram a cilindrada limitada a 1500 cc. Com exceção da Ferrari, as fábricas não tiveram tempo de construir carros competitivos. O carro de Jack, comparado aos demais, era extremamente lerdo e, mesmo assim, contrariando as expectativas, chegou em 9º . lugar. No final da temporada,  os motores já obedeciam às regulamentações, Jack distanciou-se das pistas para por em prática a Brabham-Cooper. No final de 61, fundou a fábrica que o tornou famoso também como construtor.

Começaram fazendo chassis para a F3 e a estréia do novo carro para a F1 aconteceu em 62, no Grande Prêmio da Alemanha. Tudo deu certo até a décima volta, quando o veículo apresentou problemas de transmissão e no acelerador e teve que deixar a pista. Ainda na mesma temporada houve outra tentativa e o carro chegou em 4º . lugar nos treinos  dos EUA.

Em 1963,  a  equipe Brabham de F1 era composta pelo próprio Jack e pelo piloto americano Dan Gurney. A primeira vitória ocorreu no circuito de Solitude, prova não válida para o Campeonato Mundial. Em Reims, os dois carros chegaram em 4º e 5º  lugares. No México, Jack chegou em 2º . lugar.

Já na temporada de 64, Jack voltou-se somente para a F2, obtendo três vitórias: em Monthéry, em Albi e em Oulton Park.  No ano de 65, os motores da F1 passaram de 1500 para 3000 cc e a temporada serviu de etapa preparatória. No final do ano surgia o campeão Jim Clarck.

Em 66,  os motores da Ferrari eram potentes e os da Brabham bastante competitivos, tanto que na abertura da temporada, em Silverstone, consegiu a vitória. Não participou da prova seguinte  e na Bélgica conquistou a 4ª . colocação.

Em Reims,  na Inglaterra e na Holanda, chegou em primeiro lugar. Em seguida, no circuito de Nurburgring (Alemanha),  chegou novamente em 1º  lugar, o que assegurou a Jack a terceira vitória no Mundial de Pilotos. Em 67,  o título mundial coube a seu companheiro de equipe Dennis Hulme, seguido de Jack.

Jack correu mais três anos, sendo que em 68 somou apenas 2 pontos; no ano seguinte chegou em 10. lugar e em 70 deixou de ser campeão mundial  por ter ficado sem combustível a 200 emtros da chegada na Inglaterra e por ter batido o carro na última curva da última volta em Mônaco. Classificou-se em 5º . lugar e anunciou sua saída definitiva das pistas.