20/05/19

A Williams terá pilota para desenvolvimento

Jamie Chadwick, uma das principais pilotas de corrida da Grã-Bretanha, juntou-se à equipe de Fórmula 1 da Williams como pilota de desenvolvimento e deverá fazer o mesmo papel que a ex-pilota Susie Wolff tinha para a Williams de 2012-15.
Chadwick, de 21 anos, a única mulher a vencer uma corrida britânica de Fórmula 3, está pilotando na nova W Series feminina deste ano e ganhou a primeira corrida. Ela vai participar de três grandes prêmios para Williams neste ano em seu novo papel. O primeiro será o Grande Prêmio da Inglaterra em julho. Ela também, segundo Williams, “estará totalmente imersa na equipe tanto na pista quanto na fábrica em Grove, movimentando um programa de simuladores movimentado”, além de estar envolvida em atividades de marketing.
“Promover as mulheres no automobilismo é extremamente importante e esperamos que ter um modelo feminino como parte de nossa academia de pilotos inspire garotas a começarem a competir ainda jovens ” disse a vice-diretora da Williams, Claire Williams.
“Esperamos mostrar que o automobilismo é inclusivo e emocionante, seja como piloto ou como engenheiro. Jamie é um grande talento e estou ansiosa para trabalhar com ela”, afirmou Claire.
Chadwick, que também ganhou o título britânico de GT4 em 2015 e o MRF Winter Series na Índia em 2018-19, disse que é uma “honra” se juntar à Williams.
“O tempo no simulador é uma oportunidade fantástica para ajudar no meu desenvolvimento. Estou ansiosa para passar o tempo na fábrica em Grove, mergulhando na equipe e ajudando onde eu puder. Fazer parte da academia de pilotos é uma plataforma incrível e estou animada para começar.”