26/04/19

Williams terá de trocar o chassi de Russell

A Williams confirmou que será forçada a trocar o chassi do carro FW42 de George Russell, após sua colisão com uma tampa de bueiro solta, no treino de abertura do Grande Prêmio do Azerbaijão nesta sexta-feira. O choque causou danos à parte de baixo do carro deixando detritos espalhados pela pista. A Williams disse que revisaria o carro de Russell assim que ele voltasse para a garagem, mas, após recebê-lo, confirmou que seria necessária uma troca de chassi.
“O carro de George exigirá uma troca de chassi devido aos danos causados pela tampa de drenagem solta. Portanto, devido aos regulamentos, ele não poderá correr até o FP3 amanhã.”
O carro de Russell deve ser revisto pelos comissários de corrida em Baku devido à mudança na célula de sobrevivência, que acontecerá antes do FP3.
Para Claire Williams, chefe da escuderia, o acidente é motivo suficiente para ficar irritada com a organização do GP do Azerbaijão.
“Acho que, quando você manda o carro para a pista, você deve ter a noção de que o carro não será danificado pela pista desse jeito”, disse a dirigente, à revista britânica ‘Autosport’.
“Eu fico incrivelmente irritada com isso, é claro. O mais importante é que George esteja bem e que isso não tenha causado o que poderia ser um acidente maior. Precisamos falar com FIA e FOM para assegurar que isso não se repita e nos proteger disso no futuro. Para nós, uma equipe independente, há sérias consequências financeiras. Nós recém tínhamos tirado a pressão de nós mesmos, e agora estamos de volta à estaca zero. O chassi está rachado e precisamos voltar ao número 3”, reclamou Claire.
Kimi Raikkonen acha que a FIA deve assumir a culpa pelo incidente que danificou o carro de George pois o tempo perdido na pista significa que o dia de todos foi “destruído”, reclamou o piloto da Alfa Romeo.
Com a necessidade de que os fiscais inspecionassem todos os bueiros do circuito para garantir que não houvesse problemas em outros lugares, a primeira sessão de treinos teve que ser encerrada.
Raikkonen acha que isso teria sido evitado, se as verificações tivessem sido suficientemente completas.
“Obviamente, estava longe de ser ideal para todos e parecíamos amadores aqui hoje. Não deveria ser assim. Cabe à FIA garantir que a pista esteja como deveria ser. Parece que todos os anos alguma coisa se solta ou algo escorrega. Isso estava longe de ser ideal hoje. Cabe a eles checarem e comunicar as pessoas aqui. É de sua responsabilidade ter a pista como deveria ser. Felizmente ninguém se machucou, mas obviamente destruiu o dia de todos. Também para as pessoas que vieram assistir aqui foi longe de ser ideal.”
Com os pilotos tendo apenas uma sessão para realizar todas as tentativas de sexta-feira, Raikkonen disse que era difícil tirar conclusões das tabelas de tempos.
“Foi um dia confuso. É uma pena. Acho que é importante fazer com que os pneus funcionem, e depois veremos onde terminaremos.”
Lewis Hamilton, no entanto, aproveitou a suspensão do treino para um momento de humor:
“Oh, legal, me dá tempo extra para acompanhar Game of Trones”, brincou.