08/02/19

Williams apresenta o novo carro na 2ª feira

Williams anunciou que na segunda-feira, dia 11, vai apresentar a decoração do seu carro para 2019 e deve oficializar o novo patrocinador principal, que vai substituir a Martini. A equipe vai mostrar a pintura do FW42, que ainda é uma incógnita, pois desde 2014, as suas cores eram definidas pelo patrocínio da fábrica de bebidas. O evento acontecerá na fábrica de Grove, ao invés de Londres, como no ano passado
A Williams, lembra o site soymotor.com, começou com detalhes vermelhos, em 1975. Entre 1078 e 1983, o carro era predominantemente branco, com presença de um verde escuro, e até 1993, os britânicos viveram sua etapa de maior êxito, com a pintura de azul, amarelo e branco, com patrocinadores vermelhos, como a Canon.
Com a contratação de Ayrton Senna, em 1194, o amarelo da Camel desapareceu e se converteu em finas linhas douradas, que seriam mantidas até 1997. Depois de dois anos com um carro muito vermelho, por causa do patrocínio da Winfield, de 2000 a 2005, os carros da Williams passaram a ser conhecidos pelo branco com detalhes azuis. A ordem se inverteu entre 2006 e 2013 e na temporada de 2014 a Williams recuperou as clássicas linhas azuis e vermelhas da Martini, sobre fundo branco. Ainda não se sabe quais serão, neste anos, as cores da equipe, que vão depender do novo patrocinador.
Na temporada de 2019, a Williams contará com Robert Kubica e George Russell como pilotos titulares e Nicholas Latifi como reserva.
No mês de julho, No Festival de Velocidade de Goowood, a Williams vai leiloar o histórico FW14B, com que Nigel Mansell venceu o campeonato de 1992, e se espera uma lance mínimo de 3 milhões de libras, algo em torno de 12 milhões de reais.
Mansell foi primeiro britânico, desde James Hunt, em 1976, a conquistar o título mundial e o primeiro a ganhar 9 corridas numa mesma temporada, batendo recorde de Ayrton Senna, que tinha 8 vitórias. No mesmo ano, a Williams ganhava também o campeonato dos construtores.