07/02/19

W10 começou a ser construído já em 2017

O W10 EQ Power + o carro da Mercedes para a temporada de 2019, que será apresentado no dia 13 de fevereiro, está sendo construído desde 2017, segundo informa o diretor técnico da equipe, James Allison.
“Uma nova máquina, na verdade, começa muito antes do que se pensa, No W10 começou nos últimos meses de 2017. Na primeira parte do projeto, os projetistas da unidade de energia da HPP (estrutura dirigida por Andy Cowell) e os líderes do quadro no designers de Brackley se reúnem para definir quais são os objetivos do novo carro e tentar descobrir que oportunidades existem para desempenho que não foi possível integrar no último carro, porque sabíamos que seria difícil e um caminho muito longo. É por isso que temos que começar a pensar nisso muito mais cedo “, explica Allison.
O desenvolvimento do W10 se materializa com a produção de componentes, com o apoio de fornecedores, nos meses de inverno, impulsionado pelos números e dados coletados na pista. São 500 gigabytes de dados gerados por um único carro num fim de semana de corrida, a serem adicionados à quantidade de informação produzida na fábrica, entre 5 e 10 terabytes por semana.
Os meses de silêncio em público são de atividades na fábrica, até a primeira ignição da unidade de potência, a montagem do primeiro carro e, a partir daí, o lançamento, o shakedown.
“Antes dos testes de inverno, o shakedown, um número limitado de quilômetros que fazemos com o carro, é a primeira oportunidade de descobrir se tudo o que fizemos na fábrica realmente produziu um carro que pode rodar na pista. O shakedown é a última oportunidade para garantir que os 8 dias, apenas 8 dias de testes muito importantes, sejam os mais úteis possíveis. Nós não queremos ser interrompido por qualquer forma de problema que nos prive da oportunidade de aproveitar ao máximo o tempo de pista, portanto, o shakedown é crucial para nós, torna-se como a última caixa marcada, como se dissesse: bom trabalho a todos, estamos prontos para enfrentar os testes de inverno”, completa James Allison.