03/05/19

Vettel revela respeito pelo rival Hamilton

Em entrevista a um jornal inglês, Vettel dá uma visão surpreendente da relação com seu principal oponentes no campeonato, Lewis Hamilton. Mostrou que há uma alta estima entre eles:
“Estamos agora em um nível em que todos sabem: eu faço bem o meu trabalho e tento torná-lo cada vez melhor. Mas o outro é muito bom nisso. ”
De acordo com Vettel, ao longo dos anos desenvolveu um respeito especial por Hamilton:
“Em algum momento, ele clicou. Não é como se eu não respeitasse os outros pilotos de Fórmula 1, mas você pode sentir quando é mútuo. Eu acho que é importante perceber e entender isso por si mesmo “.
É claro que as derrotas não o deixam feliz, mas Vettel diz que aprendeu a se mostrar um bom perdedor:
“Eu reconheço a performance. E se o momento da vitória não me pertence, por qualquer motivo, então pertence a outra pessoa, isso também deve ser respeitado – passamos muito tempo reclamando e lutando e pouco tempo elogiando”.
Vettel não tem nenhum problema em reconhecer as boas atuações de seu oponente e parabenizá-lo de maneira justa. Ele admite que lidar com o inglês é diferente do que com os jovens pilotos da nova geração de F1. “Não consciente, mas subconscientemente talvez”.
Mesmo que a ambição ainda seja alta, ele não tem nenhum problema em parabenizar o adversário depois de uma boa corrida.
“Eu também sei que não sou imbatível. Há dias em que os outros são melhores. Eu não gosto disso, mas é verdade “.
Vettel critica o fato de que os bons desempenhos recebem muito pouco crédito e são esquecidos muito rapidamente:
“Hoje em dia muitas vezes sinto falta da admiração pelo que conquistei. Isso não se aplica apenas aos vencedores da Fórmula 1. A velocidade de nossas vidas não permite reflexão e admiração. Tudo é esquecido muito rapidamente, imediatamente a próxima história é escrita “.