08/06/19

Vettel não acha que já seja o ponto da virada

“Obviamente, para nós foi um grande dia, também porque se passou algum tempo desde a última pole”, declarou Sebastian Vettel no final da sessão de Qualificação na pista Gilles Villeneuve em Montreal. “Para a maioria da equipe da Ferrari, as duas últimas corridas foram realmente difíceis. Chegamos aqui e mostramos que estávamos em melhor forma do que no passado recente e isso é muito positivo. Sabíamos que a pista poderia ser mais favorável para nós, mas ainda temos um trabalho a fazer. Estou muito feliz, me diverti muito e gostaria de ter outras oportunidades para experimentar essas sensações. No começo, o carro não tinha a pegada certa, mas melhorou de momento a momento e foi fantástico. Eu não tinha certeza se Hamilton estava melhorando o seu tempo, eu não tinha certeza de que o meu poderia ser o suficiente para a pole, então a equipe gritou para mim ‘pole position!’ E foi simplesmente fantástico. É obviamente apenas uma parte do trabalho, será uma corrida muito longa, na qual teremos batalhas difíceis. Mas eu realmente acho que, da nossa posição inicial, pode ser uma boa corrida. Sinceramente não tenho expectativas para amanhã, se tenho que ser honesto. A Mercedes sempre deu um passo a mais em termos de desempenho. Eu não esperava muito, mas agora só quero aproveitar a pole. Eu só queria dar uma boa volta e ter certeza de que poderia fazer isso e consegui. Estou muito empolgado com essa pole. Essa é uma das pistas onde você tem que ir muito perto das paredes em mais lugares, o asfalto é irregular, é tortuoso. Se você consegue fazer tudo certo, é um ótimo sentimento. Acho que fiz tudo muito bem. Eu não sabia se havia alguém atrás de nós que estivesse se saindo melhor. Mas então eles gritaram comigo do muro. Eu não sou cantor, mas eu gritei bem alto. Eu não sei se essa pole será o ponto de virada da nossa temporada. Eu não sou um adivinho e não posso ver o futuro. Talvez sim. Talvez você venha a Abu Dhabi e me pergunte a mesma coisa, espero poder dizer sim, mas agora eu realmente não sei, a temporada é muito longa e há desafios muito diferentes à nossa frente, sabemos que temos que melhorar, sabemos que somos rápidos nas retas e essa pista, onde as velocidades máximas são um pouco mais relevantes, talvez nos favoreça um pouco mais Não há muitas curvas, mas todo mundo em Maranello está fazendo tudo o que pode para nos dar um carro melhor e nos permitir fazer melhor nas corridas que virão “. (Informações do it.motorsport.com)