26/10/19

Vettel diz que foi prejudicado pelo acidente

Sebastian Vettel, que vai largar da terceira posição, atrás de Max Verstappen e Charles Leclerc disse que o acidente de Valtteri Bottas, na última curva, o prejudicou, pois foi obrigado a obedecer ao regulamento e reduzir a velocidade, sob as duas bandeiras amarelas no terceiro setor.
O alemão não fez uma boa primeira volta, cometendo erros, mas considerou que poderia ter obtido um tempo melhor na segunda, não fosse o acidente que obrigou a frear:
“Cometi erros na primeira volta, pensava corrigi-los na segunda, mas por uma bandeira amarela tive que reduzir. Gostaria de estar mais acima, mas a corrida de amanhã é longa e esperamos conseguir algo”.
Vettel confia em repetir o que fez na Rússia e passar da terceira para primeira posição na largada, mas adianta que a corrida será complicada tanto com relação aos freios quanto a gestão dos pneus:
“Esperamos uma boa largada. A corrida será dura para os freios, refrigeração e pneus. Creio que os seis primeiros comecemos com os pneus médios e vamos ver quem os faz durar mais”.
Charles Leclerc também atribuiu ao acidente de Bottas o fato de não ter obtido um tempo melhor e talvez a pole.
“Primeira volta foi boa. Na segunda, mudamos o equilibro e perdi a traseira. A Red Bull e Max foram muito rápidos, disse o monegasco, que espera repetir o duelo de uma das maiores rivalidades do grid (dele com Verstappen) e, graças à potência do motor da Ferrari, sair em vantagem na largada.
“ A largada vai ser importante, a velocidade de saída que temos é muito boa e esperamos tirar vantagem dela”, completou Leclerc.