16/03/19

Vettel afirma estar surpreso, mas confiante

A Ferrari chegou para a abertura da temporada da Fórmula 1 como favorita, depois de um programa de testes de inverno muito forte em Barcelona. Mas Mercedes virou o jogo, com Lewis Hamilton e Valtteri Bottas conseguindo as duas primeiras posições no grid de largada do GP da Austrália, com Sebastian Vettel em terceiro.
O alemão disse que nunca esperou tal forma da Mercedes, mas acredita que o SF90 é mais rápido do que o mostrado em Melbourne até agora.
“Estou certamente surpreso, acho que todo mundo está, provavelmente até eles mesmos. “Acho que ontem não tivemos um bom dia, e hoje nos sentimos melhor. Mas em termos de diferença de ritmo, foi muito semelhante. Com certeza há alguma lição de casa para nós fazermos para entender o carro. Eu ainda acho que temos um ótimo carro. Devemos ser melhores do que isso, então estou ansioso para amanhã.”
Vettel acredita que a Ferrari não está falhando em nenhuma área específica, mas sugere que a Mercedes é melhor nas curvas de baixa e média, que caracterizam a pista.
“Não acho que a reta seja um problema, pois somos bastante competitivos, estamos perdendo nas curvas. Há 16 curvas por aqui e acho que estão bem distribuídas. Eu não tenho ainda o equilíbrio que talvez eu gostasse de ter em velocidade mais baixa.”
Vettel admite que a Ferrari não se sente tão bem na Austrália como durante os testes de pré-temporada.
“Provavelmente temos algo como 10 a 15 graus a mais de temperatura ambiente, uma pista mais quente e um circuito diferente, então são condições diferentes. Mas o carro esteve muito bem nos testes e por aqui neste fim de semana até agora não foi tão bem. Ontem (sexta-feira) foi um dia difícil para nós, foi complicado. Hoje senti um pouco melhor, mas não há muito tempo para tentar coisas diferentes. Você tem que seguir em frente, as sessões vêm rápido, especialmente na qualificação, você não pode mudar muito, se você tiver uma melhor compreensão de onde você está perdendo ou onde se sente desconfortável. Para nós há um pouco de margem, mas certamente a diferença está aí hoje e foi uma surpresa, não esperávamos. Mas é assim e vamos nos concentrar para amanhã e não nos preocuparmos com essa diferença agora. Sair da terceira posição amanhã é aceitável, embora não seja o resultado que gostaria e, claramente, não somos tão rápidos como gostaríamos. Esta pista tem características muito particulares e as condições são diferentes das que tivemos nos testes. Definitivamente, melhoramos o carro durante a noite, mas, obviamente, não o suficiente para estar na frente. Amanhã, teremos tempo suficiente para entender melhor o carro. Depois de tudo, estamos a 16 metros da pole”, comentou Vettel
A Ferrari deveria ter fechado a segunda linha do grid, mas Leclerc, fazendo sua estreia na equipe, cometeu um erro em sua última volta e permitiu a Verstappen chegar à quarta colocação.
“Eu não estou feliz comigo mesmo. Eu não fiz o trabalho tinha de fazer na Q3. O potencial para ser o top 3 estava lá. Não no top 2. Eu cometi um erro na minha última volta e é a vida. Acontece e eu vou trabalhar a partir daí “.
O chefe da equipe Mattia Binotto, admitiu que não foi o resultado que esperava e que a pista de Albert Park não é a pista ideal para a Ferrari, por uma série de características.
“Obviamente, temos de melhorar, mas recolhemos muita informação para identificar as áreas nas quais trabalhar. Sebastian sempre demonstrou como sabe explorar cada centímetro da pista, enquanto Charles superou com êxito sua primeira prova. Temos 20 qualificações pela frente e 21 corridas, o jogo será longo e estamos prontos para jogá-lo”, afirmou Binotto”.