29/03/19

Vettel pensa que ainda é preciso melhorar

Vettel diz que o desempenho da Ferrari nos treinos desta sexta feira não é suficiente e, acima de tudo, não acredita que os Mercedes são aqueles vistos hoje na pista. O alemão acredita que o W10 está um pouco escondido.
” De minha parte estou feliz com o resultado, mas também devemos trabalhar porque podemos melhorar. Estou convencido disso porque, no carro, experimentei diferentes sensações, positivas em comparação com a Austrália. Ainda há potencial, se conseguirmos expressar tudo, nos apresentaremos em excelente condição na qualificação. Devemos esperar uma Mercedes muito forte na qualificação. Eu os vi rápido nas curvas. Nós estaremos muito próximos ”, afirmou o piloto e acrescentou:
“Certamente, hoje foi um dia melhor para nós no geral, mas ainda acho que precisamos melhorar o ritmo para amanhã. Esperamos estar em melhor forma e muito mais perto do que Melbourne, e hoje o resultado foi bom. Tentamos de tudo na Austrália, mas, vindo para cá, sabemos que algumas coisas não estavam certas. Começamos de uma posição melhor. Mas ainda que ainda precisamos melhorar para o amanhã. ”
Vettel disse que passou a ter confiança na parte traseira do carro, que o prejudicou durante todo o fim de semana em Melbourne.
“Eu tive mais confiança na parte traseira, que foi o nosso calcanhar de Aquiles na Austrália.”
Mattia Binotto, diretor da equipe Ferrari, diz que a vantagem da equipe sobre seus rivais na prática foi por que trabalho com diferentes modos de motor. Mas admitiu que a equipe viu resultados positivos das mudanças feitas em seu carro para resolver sua falta de desempenho na Austrália.
“Hoje nos concentramos em nós mesmos, em nossos problemas e nas modificações que fizemos depois da Austrália, e em reagir e abordar as questões que tivemos”, disse Binotto.
Ele disse que a margem de 0,6 segundo sobre a Mercedes é “enganosa” e espera “certamente uma batalha mais dura” nas eliminatórias de sábado.
“Os outros serão muito fortes amanhã. Eu acho que é bastante óbvio, você pode ver os dados do GPS, a velocidade na reta, nós certamente estamos usando diferentes modos de motor em comparação com o que os outros estavam fazendo hoje. Então estou esperando uma batalha muito dura amanhã”, concluiu Binotto