26/10/19

Verstappen viu acidente, mas não tirou o pé

Max Verstappen, o pole position do GP do México, disse que viu o acidente de Valtteri Bottas, mas não viu as bandeiras amarelas, por isso não levantou o pé do acelerador, completando normalmente a volta que lhe tinha garantido a primeira posição do grid.
Na entrevista depois da corrida, o piloto holandês não estava preocupado e disse não ter recebido nenhuma comunicação da FIA, apontando irregularidade.
“Creio que sabemos o que estamos fazendo. Senão, não estaríamos correndo com umFórmula1. É a classificação e vamos por ela. Mas, se querem apagar o tempo, que apaguem”.
Ele estava mesmo preocupado em elogiar o excelente trabalho da sua equipe.
“Ser capaz de fazer a pole foi incrível. Sabíamos que as Ferraris eram muito rápidas na reta e saber que pudemos pegar a pole aqui é algo pelo qual devo agradecer à equipe. Os meninos nunca desistiam, sempre pressionavam, traziam peças novas e hoje provamos ser os mais rápidos. Sempre acelerei ao máximo. Você tenta encontrar o ritmo ideal e no terceiro setor consegui juntar tudo”, declarou o piloto.
Às 18 e 10, no horário do Brasil, a FIA divulgou nota sobre a normativa que obriga os pilotos a levantar o pé em uma situação de perigo, e Verstappen foi convocado para dar explicações aos comissários.