03/08/19

Verstappen comemora pole como uma vitória

Essa do GP da Hungria é a primeira pole position da parceria Red Bull-Honda e a 4ª da Red Bull desde 2014, no início da era híbrida da F1, e Max Verstappen se declarou muito feliz pelo resultado extremamente importante para a equipe e para a fornecedora de motores.
“É incrível. Isso é algo que eu precisava fazer na Fórmula 1. O carro foi muito bem durante todo o fim de semana e conseguimos a pole. Isso é como uma vitória para a equipe. É bom ter a primeira pole, que eu dedico à equipe, uma excelente recompensa pelo que os caras fazem. Eu sabia que era uma questão de tempo e não tive problemas por não ter tido sucesso até hoje. Com certeza cometi alguns erros no passado, perdendo as chances. Hoje foi bem, mas não haverá muito tempo para comemorar porque temos que preparar bem a corrida de amanhã. Estou muito feliz por ter conseguido esta pole, mas ainda temos a corrida, que é a coisa mais importante. É lá que os pontos são distribuídos”.
Ao contrário de Verstappen, Charles Leclerc não estava satisfeito com sua performance na qualificação. Depois de ter batido na primeira bateria da Q1, o monegasco conseguiu colocar a Ferrari em quarto lugar, mas isso não isso não o consolou.
“Eu me considero sortuda pelo que aconteceu. Parabenizo a equipe pelo trabalho que fez e pelo compromisso de me mandar de volta à pista. Havia o Seb na minha frente que estava começando a sua volta e eu tive minha aerodinâmica arruinada pelo ar sujo que vinha dele. Eu tentei ir um pouco mais devagar, mas não foi o suficiente. Perdi a traseira, indo bater contra as barreiras. Felizmente consegui sair. Do meu ponto de vista, a Q3 não deu errado, especialmente na segunda volta, pela qual estou muito feliz, mas estamos muito longe de nossos adversários. A Red Bull tem muito mais downforce e sabíamos que essa era a sua força e não a nossa. Esperávamos trabalhar duro neste fim de semana e assim foi. Eu tentei fazer o meu melhor “