11/05/19

Toro Wolff admite temer a repetição de 2016

Segundo o jornal Express e o site planetf1.com, o chefe da Mercedes, Toto Wolff, está “um pouco nervoso” pela possibilidade de repetição de 2016, com Lewis Hamilton enfrentando Valtteri Bottas no Grande Prêmio da Espanha.
A dupla da Mercedes fechou a primeira fila para a corrida de domingo e as atenções se voltaram para a rivalidade entre Hamilton e Nico Rosberg, em 2016. Os dois se chocaram na disputa pela liderança e tiveram que deixar a pista.
Hamilton e Bottas brigaram brevemente pelo primeiro lugar no início do Grande Prêmio do Azerbaijão e Wolff espera que a batalha não aumente ainda mais.
“Um pouco nervoso é provavelmente o estado de espírito certo. Eles sabem o quão importante é amanhã ficar de fora em Barcelona, pois é uma pista onde é difícil ultrapassar. Espero, portanto, que não voltemos a 2016”, disse Wolff à Sky Sports F1.
Perguntado se a Mercedes vai lembrar o incidente de Hamilton contra Rosberg, na Espanha 2016, no briefing pré-corrida, Wolff respondeu: “Podemos conversar um pouco sobre isso, mas eles sabem exatamente o que não fazer”.
Seis décimos separaram Valtteri Bottas e Lewis Hamilton no final da Q3 e Wolff apontou alguns dos fatores que contribuíram para a diferença entre a dupla Mercedes.
“Foi uma sessão infeliz para Lewis porque não conseguimos carregar a bateria corretamente depois de ficar da Q2. Portanto, sua primeira corrida na Q3 foi um pouco comprometida pelo tráfego. Começou errado para Lewis, mas Valtteri está em boa forma e eu acho que merece estar na pole”, comentou Wolff