12/02/19

A Toro Rosso aproveita a ajuda da Red Bull

A Toro Rosso diz que compartilhar tecnologia com Red Bull, em 2019, permitirá que ela concentre seus recursos mais intensamente em áreas onde possa encontrar desempenho.
Com as duas equipes irmãs utilizando motores Honda, a equipe de Faenza compartilhará também o câmbio e suspensão traseira com a Red Bull, algo que não acontecia anteriormente, mesmo quando ambas usavam motor Renault. Como não é necessário gastar recursos para projetar essas peças, a Toro Rosso foi capaz de aprofundar em mais detalhes de outras áreas do que em 2018, seu primeiro ano com a Honda, quando era a única parceira da fabricante japonesa.
“Nada mudou em termos do processo de design do carro. Só temos algumas variáveis a menos para jogar. No entanto, dentro da estrutura de uma quantidade fixa de recursos disponíveis, isso pode fornecer uma oportunidade, pois permite mais foco em outras áreas do conceito de carro que, por sua vez, podem trazer desempenho. No nosso caso, permitiu um maior foco no projeto da estrutura do chassi, dutos de freio e suspensão dianteira e a integração dos sistemas de combustível e refrigeração no chassi. Tudo isso resulta em mais potencial para desenvolvimento aerodinâmico. O próprio chassi, conforme os regulamentos, é um projeto completo da Toro Rosso, assim como a suspensão, juntamente com todos os aspectos dos sistemas de resfriamento, instalação da unidade de potência e coluna de direção. A ‘traseira’ foi fornecida pela Red Bull Technology e é a mudança chave para a Toro Rosso, sendo que estamos pegando um câmbio e suspensão traseira, embora muitas partes internas da caixa de câmbio sejam semelhantes às peças que temos usado no passado”, disse o vice-diretor técnico da Toro Rosso, Jody Egginton, quando a equipe apresentou seu carro de 2019.
“Em termos de fabricação e montagem interna, com a sinergia e a Red Bull Racing assumindo a Honda, pudemos realocar recursos para diferentes atividades, o que proporcionou algum benefício em termos de aumento de capacidade em algumas áreas que até agora eram talvez limit