08/05/19

Renault reforça estrutura com vistas a 2021

A Renault Sport Racing confirmou que mudanças gerenciais dentro da estrutura organizacional das empresas vão ser feitas, tendo em vista as mudanças na Fórmula 1 em 2021. A montadora francesa retornou à F1 em 2016 depois de assumir a ex-equipe da Lotus e estabeleceu um plano de cinco anos para levar a equipe ao topo do campeonato.
Com mudanças radicais ajustadas para reformular a estrutura da F1 envolvendo premiação em dinheiro, possíveis limites de custo e uma revisão das regulamentações técnicas, a Renault faz mudanças na sua hierarquia gerencial para ajudar a atingir essas metas.
No departamento de motores da equipe em Viry-Châtillon, duas novas posições foram criadas, com Christophe Mary nomeado diretor de engenharia e devendo chegar à equipe em 1º de agosto. Stéphane Rodriguez foi nomeado diretor de projetos e compras no Departamento Técnico. Ambos se reportarão ao Diretor Técnico de Motores, Rémi Taffin.
Em Enstone, Matt Harman, que chegou da Mercedes em 2018, será transferido de seu cargo atual de Diretor Chefe Adjunto para Diretor de Engenharia – reportando-se diretamente ao Diretor Técnico da Chassis, Nick Chester.
A Renault afirmou que os reforços foram projetados para permitir que Taffin e Chester se concentrem mais no desempenho do motor e do chassi, enquanto supervisionam todos os programas técnicos com as partes interessadas.