26/02/19

Gasly sente melhorias no motor da Honda

Pierre Gasly diz estar certo de que a Honda fez melhorias em sua unidade de potência durante o inverno. Embora a Honda esteja atrás da Mercedes e Ferrari desde seu retorno à F1 em 2015, Gasly diz sentir que a fabricante japonesa fez um progresso constante durante as férias de inverno.
“Até agora tem sido muito bom. Acredito que não os afastamos totalmente, mas você já pode sentir que o desempenho aumentou. Essa é a principal coisa, e a confiabilidade não teve problema algum. Olhando também para a Toro Rosso, acho que parece muito promissora. Então, acho que teremos apenas boas notícias nesses quatro dias e só precisamos continuar trabalhando. No momento estamos testando muitas coisas no nosso carro e agora precisamos entender o que funciona melhor “.
Gasly já tem um ano de experiência na Honda, depois de correr no ano passado com a Toro Rosso, no seu primeiro ano completo na Fórmula 1. Nesta temporada, ele faz foi promovido à Red Bull, substituindo Daniel Ricciardo, que se juntou à Renault em um contrato de dois anos.
E a Red Bull está pronta para enfrentar problemas de curto prazo por ganhos a longo prazo com a Honda, tomando as penalidades do motor.
A equipe de juniores Toro Rosso declarou sua disposição de desempenhar o papel de cobaia novamente para a Red Bull à medida que o relacionamento com o fabricante japonês continua a se desenvolver. Mas o chefe da Red Bull, Christian Horner, também está aberto para levar a tática à equipe principal, se isso significar aumento das chances de sucesso em certas pistas em 2019.
“Sim, acho que, se faz sentido”, disse Horner, via Crash.Net, quando perguntado se ele aceitaria a queda no grid como parte de um plano de desenvolvimento de longo prazo.
“Como nos anos anteriores, vale se você escolher as penalidades nos locais certos. Na Rússia, no ano passado, Max já estava de volta ao top cinco na sexta volta, então se você escolher o local certo e ajudar no desenvolvimento da unidade de força, então, estrategicamente, você pode diminuir o prejuízo. ”
Horner descreve a adição da Honda à Red Bull como “peça vital de um quebra-cabeças”.
“Acho que a Honda teve um bom inverno e, certamente, eles estão reduzindo significativamente a diferença, mas é claro que o que você não sabe é o que os outros fizeram”, acrescentou Horner.
“Se eles encontraram outros 50kw, então temos um grande problema. Ficamos muito impressionados com a abordagem da Honda e o progresso que eles fizeram. Para nós, é uma peça vital do quebra-cabeça nos colocar em uma posição competitiva não só para este ano, mas para o próximo ano e potencialmente além”, finalizou o chefe de equipe da Red Bull.