02/03/19

O México perde prazo e pode sair em 2020

O Grande Prêmio do México perdeu o prazo para chegar a um acordo e manter a vaga que tem no calendário, por isso corre o risco de ficar fora da temporada de 2020 da Fórmula 1.
Os promotores do evento mexicano não puderam selar um acordo com a Fórmula 1, pelo que seu direito preferencial foi anulado. Isso não significa que o GP do México tenha perdido o seu lugar, porque ainda há esperança, mas eles não têm o privilégio de ter um lugar garantido.
“Tendo cumprido o prazo para garantir a data que tinha até agora, o Grande Prémio de Fórmula 1 do México, relatamos que a organização do evento perdeu direito de preferência para manter essa data na temporada de 2020”, disse o CIE da FIA.
Este prazo expirou em 28 de fevereiro e os promotores da prova mexicana não encontraram fundos suficientes para renovar contrato. O apoio do governo é fundamental, mas desde as últimas eleições, o estrato mais alto do país decidiu cortar e usar o dinheiro para outras necessidades.
No entanto, a organização do GP não perde a esperança e até mesmo garante que tenta encontrar formas alternativas para continuar o show no Autódromo Hermanos Rodríguez.
“As negociações com a F1 e as autoridades do nosso país continuam com o melhor espírito para encontrar alternativas viáveis para a permanência desta competição no México. Quando surjam notícias sobre a negociação com as autoridades, oportunamente e somente através de canais oficiais, vamos torná-los conhecidos ao público”, conclui a declaração dos promotores mexicanos.