11/03/19

Mika Hakkinen não leva fé no motor Honda

Mika Hakkinen diz não acreditar que a Honda possa enfrentar a Ferrari ou a Mercedes, na temporada de 2019. O ex-piloto não está convencido de que a Red Bull vá colher os benefícios este ano de não ter mais o motor Renault, mas o motor Honda no carro.
A Red Bull Racing teve problema com o motor Renault nos últimos anos, mas Hakkinen se pergunta se a equipe não poderia ter dado um grande salto à frente com a fábrica francesa. O ex-campeão mundial de F1 acredita que a Red Bull pode até se arrepender de ter abandonado a Renault e acrescentou:
“Olhando para o Renault, para os resultados dos testes e o que eles fizeram, o desempenho do motor, o que eles estão entregando, eu acho que eles são realmente fortes. A Red Bull, tomou a decisão certa? O que está certo, o que está errado? É realmente interessante”, comentou Hakkinen. .
Hakkinen tem suas dúvidas sobre se a Honda tem o suficiente em seu pacote para ajudar Max Verstappen, ou mesmo Pierre Gasly, a vencer e o título mundial. Ele disse ao podcast Inside Formula 1 do porta Unibet:
“Primeiro eu pensei que não vai dar certo. Eu tive uma grande dúvida. Mas eles têm um suporte completo de fábrica da Honda e isso traz muita confiança para obter o sucesso. A Honda teve uma longa e difícil curva de aprendizado na Fórmula 1 e teve anos realmente difíceis com a McLaren. Eles tiveram uma estrada difícil. Eu acho que agora eles estão numa posição em que podem começar a conseguir desempenho. Mas eu realmente não acho que eles já estejam em um nível de desempenho da Ferrari ou Mercedes em termos de energia. Se você não tem isso, se você tem menos potência em linha reta, é difícil ultrapassar outros carros. Isso é um fato. Eu ainda não acredito que eles estejam nesse nível de potência”, concluiu Hakkinen.