28/02/19

Mercedes pode alternar suas especificações

Mercedes chegou à segunda semana da pré-temporada com um carro bem diferente dos primeiros dias de testes. A estratégia de Brackley faz com que seus rivais pensem que os alemães vão alternar duas especificações diferentes este ano, dependendo do circuito  que enfrentam, registra o site soymotor.com.
“Tive uma conversa muito interessante esta manhã com um dos principais rivais Mercedes. Eles acham que o W10 desta semana não é uma atualização de pacotes, mas uma especificação alternativa. Eles acreditam que a equipe estuda disparar dois conceitos de acordo com a pista, em 2019”, comenta o apresentador da Fórmula 1 Will Buxton, em sua conta da rede social Twitter.
Valtteri Bottas conta que, com as melhorias, entre as quais um nariz, novo piso e uma T-Wing de dois aviões, o carro é melhor no Circuito da Catalunha, embora ele admita que ainda não está pronto para a Austrália.
“Há uma diferença clara em relação à semana passada. Tivemos muitos problemas sérios no primeiro teste, nas curvas rápidas, o carro foi muito difícil de dirigir e também foi difícil encontrar a configuração correta. Ainda não é como precisamos para a primeira corrida, sim, ainda temos trabalho a fazer “, indicou Bottas à televisão finlandesa C More.
O finlandês explicou que o novo pacote aerodinâmico, que já estava preparado há algum tempo, é melhor comparado ao utilizado durante a primeira semana de testes. No entanto, ele reconheceu que tudo pode virar na Austrália.
Ele confirmou seu entusiasmo com as melhorias no W10, mas ressalvou que há aspectos a melhorar e, portanto, modificações chegarão a Melbourne.
“É melhor, eu não sei se é suficiente, mas há melhorias em relação à aerodinâmica da semana passada, ainda há coisas para trabalhar”, disse ele durante uma coletiva de imprensa no Circuito de Barcelona-Catalunha.
“Eu não posso confirmar que este carro é o mesmo que vamos ter em Melbourne, acho que todas as equipes terão algo novo, sem dúvida”, acrescentou.
Mas Bottas confirmou que o novo pacote aerodinâmico já foi projetado antes dos testes, “O pacote que trouxemos aqui já estava preparado há muito tempo, e na semana passada percebemos que algo precisava ser mudado, acho que também vamos levar melhorias para a Austrália”, disse ele.
O finlandês explicou que a melhoria foi introduzida devido a problemas com a primeira especificação do novo W10. “Há sempre obstáculos com um carro novo; temos alguns problemas de equilíbrio que ainda precisam ser melhorados, estamos em situações difíceis, porém acho que podemos superar todos os contratempos”, disse ele.
Em relação aos rivais, Bottas comentou que vê uma Scuderia Ferrari com muito bom desempenho. No entanto, recusou-se a fazer suposições, acreditando que pode haver mudanças radicais na Austrália.
“A Ferrari parece ser forte, mas daqui para Melbourne tudo pode mudar. Eles têm um bom pacote, e hoje eles parecem muito fortes, mas ainda faltam algumas semanas para o Grande Prêmio da Austrália”, disse ele.
Bottas opinou que a unidade de potência da Mercedes é algo melhor. Apesar disso, acha que a grande quantidade de resistência do ar nos carros de 2019 faz perder a sensação de velocidade.
“Sim, eu acho que é melhor. Mas ainda não está preparada para o máximo de corrida e classificação. Este ano há mais resistência do ar nos carros. Como piloto você sempre quer mais potência”, ele explicou.
Finalmente, o finlandês lembrou que está disposto a melhorar seu desempenho, para manter seu assento em 2020. “Eu tenho que começar do zero. Trazendo o melhor de mim e não cometer os mesmos erros. Tudo é uma questão de consistência e eu acho que Eu entendi tudo o que fiz de errado no ano passado”, disse Bottas para terminar.