22/03/19

Mercedes avalia riscos da volta mais rápida

A Mercedes via mais riscos do que benefícios na busca pelo ponto da volta rápida que Valtteri Bottas queria tentar e ele foi desencorajado de lutar por ele. No entanto, o finlandês ignorou a ordem e garantiu o melhor tempo no último domingo com seu W10, sem passar pelos boxes, simplesmente graças à sua boa gestão de pneus.
O chefe de estratégia da equipe, James Vowles, diz que houve um grande debate no muro da Mercedes e foi uma decisão complicada. A equipe não queria dar esse ponto extra a nenhum dos rivais, mas temia arruinar a vitória de Bottas se pedisse a ele para lutar pela volta rápida.
“Os fatos são que há 21 corridas, 21 pontos, o que é quase o valor de uma corrida, e você não pode deixar seus rivais fugirem com isso. Esta pode ser uma temporada muito disputada e isso pode fazer toda a diferença. Mas é risco versus recompensa – se, por exemplo, você decidir fazer uma parada extra com o único propósito de conseguir a volta mais rápida da corrida, há risco envolvido nisso. Talvez você não tenha uma roda conectada ao carro corretamente e o carro apague, e é um DNF. Talvez o motorista acidentalmente cruze a linha branca na entrada ou saída. Qualquer uma dessas situações tem grandes repercussões e, de repente, o ganho é insignificante em relação à que você estava procurando. O inverso é novamente no final da corrida, pedir a um piloto para acelerar e extrair o desempenho para a volta mais rápida da corrida. Eles podem sair da pista, eles podem cometer um erro e eles podem pôr em risco o carro”.
Toto Wolff tinha decidido antes da corrida que eles não arriscariam, no entanto, o austríaco revelou depois que nem Bottas nem o seu engenheiro, Riccardo Musconi, fizeram caso.
“Valtteri e Lewis fizeram um ótimo trabalho ao administrar pneus ao tentar manter os pneus o máximo possível para lutar pela volta mais rápida no final da corrida. Valtteri definitivamente teve os pneus em melhores condições e ele não teve os danos no assolho que Lewis teve. Ele fez um trabalho fantástico de conseguir tantos pontos quanto possíveis naquela corrida”, disse ele