14/02/19

McLaren apresenta carro mais azul que antes

A McLaren apresentou hoje o MCL34, seu carro para a temporada 2019 da Fórmula 1, a primeira da era Carlos Sainz e Lando Norris, e à primeira vista, a maior novidade é o azul elétrico, mais presente em relação ao ano anterior no carro, mas ainda como complemento do amarelo-papaia, característico da equipe. A apresentação do MCL34 foi realizada no McLaren Thought Leadership Center, um auditório subterrâneo de alta tecnologia construído no porão da fábrica da equipe em Woking, no Reino Unido.
Zak Brown sublinhou a importância da preservação do mamão laranja icônico, selecionados por Bruce McLaren pela primeira participação da equipe na F1 em 1966. “A decoração deste ano é uma progressão ao longo de 2018, e com o azul como um complemento, que está ligada à herança mais ampla da competição da equipe “, explica no site da equipe.
O CEO da McLaren garante que o lançamento desse carro é o primeiro passo no processo de reforma da equipe, para retornar à competitividade.
“Estamos muito animados, a apresentação de um carro também é o começo de uma nova temporada, é emoção, apreciação, muitas pessoas trabalharam juntas para fazer este carro. Temos uma grande história nas corridas e na Fórmula 1. É a coisa mais importante para nós e tem toda a nossa atenção, o carro parece ótimo e temos novos parceiros, quero agradecer a todos. O MCL34 é o resultado de uma imensa quantidade de trabalho duro e dedicação de toda a equipe. Estamos todos comprometidos, motivados e unidos na nossa ambição de voltar a competitividade e o MCL34 é apenas o começo desse processo”, acrescentou Brown.
Por sua parte, o diretor esportivo da McLaren, Gil de Ferran, expressou seu sentimento na sua primeira apresentação da McLaren, desde que se juntou à equipe no verão passado. Para De Ferran, o MCL34 é uma verdadeira introdução ao que um grupo “faminto” como eles é capaz de fazer.
“Se você se lembrar do momento em que entrei para a equipe e agora vejo o carro em toda a sua glória, a sensação é incrível. É uma bela obra de arte. Eu acho que ele representa muito bem todas as capacidades que você tem na McLaren. É um momento emocionante, como dizem os pilotos, temos nos concentrado muito em nossa preparação, acho que estamos prontos, a maneira como lidamos com isso é reconhecer os desafios que temos, essa é uma das coisas positivas sobre este programa. Nós todos nos reunimos para reconhecer os desafios que tivemos. Para continuar assim e continuar fazendo isso, temos que nos concentrar no trabalho e enfrentar esses desafios. Participar dessa viagem, certamente será emocionante”, discursou Gil de Ferran.
Os pilotos da McLaren a temporada são os jovens Carlos Sainz, espanhol de 24 anos, iniciando sua quinta temporada na F1, após passagens na Toro Rosso e na Renault, e o estreante britânico Lando Norris, de 19 anos.
Para a área técnica, a equipe vai contar com o engenheiro James Key, da Toro Rosso, como chefe de tecnologia, e Andreas Seidl, que trabalhava com a equipe de LMP1 da Porsche, como chefe de equipe. Seidl deve começar a trabalhar em 1º de maio, enquanto Key se unirá à McLaren em um momento ainda não especificado em 2019.