15/08/16

Massa quer estar onde se sinta importante

massa williams forteFelipe Massa voltou a declarar que já está conversando com outras equipes, além da Williams, mas pretende escolher uma em que se sinta importante. Caso contrário, pode até deixar a F1. O brasileiro, de 35 anos se transferiu para a Williams no início de 2014, após deixar a Ferrari. A parceria rendeu dois terceiros lugares no campeonato de construtores e nesta temporada a Williams ocupa a quarta posição.

Como o atual contrato expirando no final desta temporada e nenhuma resposta definitiva, Massa disse que começou a conversar com outras equipes.

“As conversas começaram há pouco tempo. Não só com esta equipe, mas com todas. Até agora, não temos certeza da Williams, vamos ver o que vai acontecer. Não quero dizer os nomes das equipes ou qualquer outra coisa, mas estou interessado em pilotar em um time em que me sinta importante, que eu sinta que podemos ter bons resultados e fazer um bom trabalho. E se eu não tiver isso, talvez no ano que vem não esteja mais aqui”, disse Massa.

O companheiro de Massa, Valtteri Bottas admite que a Williams foi ultrapassada na questão desenvolvimento pelas suas rivais na Fórmula 1 nesta temporada, com uma série de melhorias que não trouxeram os ganhos esperados.
A Williams esteve na frente nessa questão em 2014 e manteve o ritmo no ano passado antes de cair no final da temporada. Nos dois anos, ela terminou em terceiro lugar no campeonato de construtores.
Este ano, ela não foi capaz de corresponder às realizações e como resultado encontra-se em quarto lugar e enfrenta um verdadeiro desafio contra a Force India para manter esse lugar.
“Nós não estamos 100% satisfeitos com o desenvolvimento em termos de melhorias e atualizações como uma equipe”, disse Bottas ao Autosport. Algumas das outras equipes nos passaram, e por isso agora estamos sob a pressão da Force India. Mas isso é Fórmula 1, é competitiva e é complicado estar sempre na frente”, disse o finlandês.