13/10/19

Leclerc sofre 2 punições; Ferrari é multada

O contato de Charles Leclerc com Max Verstappen, na largada em Suzuka, custou ao piloto da Ferrari punição de 5 segundos no tempo da corrida e 2 pontos na licença. A parada na pit lane para substituir a asa danificada foi sancionada com mais 10 segundos na classificação e uma multa de 25.000 dólares à Scuderia. Leclerc caiu do sexto para sétimo lugar.
A Ferrari teve que se explicar perante os comissários esportivos, não apenas pelo contato do monegasco durante a primeira volta que jogou Max Verstappen para fora da pista. A equipe e o piloto foram punidos por causar uma situação perigosa: o SF90 continuou na pista após o contato, não retornando ao pit lane para substituir o nariz e verificar as peças danificadas. Durante a segunda volta, o muro da Scuderia avisou o diretor da corrida, Michael Masi, que o carro seria parado nos boxes, mas justamente naquele momento, Leclerc perdeu uma parte da asa dianteira na curva 11 e na curva 14 perdeu outra peça, que atingiu o Mercedes de Lewis Hamilton, arrancando o retrovisor dele.
A equipe foi considerada culpada por ter criado uma situação de perigo que poderia causar outros acidentes e por isso foi punida. Charles Leclerc foi considerado culpado por ter atingido a Red Bull de Max Verstappen na primeira volta, enquanto os dois seguiam da Curva 1 para a Curva 2. O RB15 estava do lado de fora e deixou o espaço necessário para a Ferrari, mas monegasco tocou o holandês na freada. As imagens mostraram que não houve ação voluntária, mas Leclerc foi punido por levar Verstappen a deixar a pista.
No final da corrida, Max liberou toda a sua raiva pelos microfones da Sky UK, colocando em Leclerc toda a responsabilidade pelo incidente inicial.
“Na curva 2, Charles me bateu no lado direito do carro. Eu não poderia ter feito nada diferente. Todo mundo sabe que, quando você segue outro carro, perde carga aerodinâmica, isso não pode ser uma desculpa. Ele tem experiência suficiente para saber disso.”(Com informações do motorsport.com/f1)