13/07/19

Leclerc: motor da Mercedes tem algo a mais

“No Q1 e Q2 que fizemos bem. Fomos muito rápidos, mas na Q3 ficou claro que os dois Mercedes têm algo extra no motor. É algo que faz com que sejam muito fortes especialmente nas curvas. Temos que continuar trabalhando para acertar a chave dos sábados, como fazem eles”, disse Charles Leclerc depois da etapa de qualificação.
O piloto da Ferrari foi forte candidato à pole depois de liderar o 3º treino livre, mas na Q3 não conseguiu completar o seu trabalho. O monegasco ficou satisfeito com seu desempenho e o da equipe tanto na Q1 quanto na Q2, mas assinalou que a equipe alemã tem um ponto a mais de rendimento na hora de enfrentar a sessão definitiva e contra eles “não há nada a fazer”.
Na corrida de amanhã, a Ferrari sairá com o pneu macio em ambos os carros, ao contrário de todos os seus rivais diretos. Leclerc tentará explorar essa vantagem que lhe dá o composto mais macio nas primeiras voltas para importunar os dois Mercedes e tentar se distanciar das Red Bull e de Sebastian Vettel.
Sebastian Vettel conseguiu apenas o sexto lugar no grid para a prova de domingo, tendo sido superado pelo companheiro Charles Leclerc, em todas as três partes.
“Acho que apenas lutei para extrair o que tinha no carro”, disse o alemão. “Eu não conseguia senti-lo direito, não estou feliz com o resultado. Me esforcei para sentir o carro hoje, mas não consegui. Simplesmente não deu liga, então, do meu ponto de vista, desde o Q1 eu não consegui extrair mais nada do carro” se justificou Vettel.
Perguntado sobre as perspectivas para a corrida, Vettel disse: “A Mercedes deve ser a favorita, mas acho que vamos ter uma batalha justa com as Red Bulls.” (com informações de soymotor.com e motorsport.om)