27/04/19

Leclerc assume erro e diz ter sido estúpido

Charles Leclerc assumiu toda a responsabilidade pelo incidente que o forçará a sair do 9º lugar em Baku, numa corrida em que ele parecia ter tudo o que é preciso para vencer. O piloto da Ferrari parecia ter todas as credenciais para conceder o bis do Bahrein, mas na Q2 exagerou e acabou na curva 8, a mais estreita do circuito do Azerbaijão, que passa ao lado das muralhas do castelo.
“Eu não percebi o erro até entrar na curva e naquele momento eu não podia mais fazer nada. Hoje eu fui estúpido, como também disse via rádio. Eu realmente penso assim e eu não posso cometer esses erros, porque o time e os fãs merecem mais “, disse Leclerc ao Sky Sport F1 HD.
O piloto da Ferrari não escondeu sua decepção, porque está realmente convencido de que a pole estava ao seu alcance:
“Joguei tudo fora e assumo minhas responsabilidades. Amanhã espero voltar mais forte, mas hoje tenho de estar muito zangado comigo mesmo, especialmente pelo fim de semana que tivemos até agora, primeiro em todas as sessões de treinos livres. Tínhamos o potencial de fazer pole, mas foi minha culpa. ”
Quando perguntado se a escolha do uso de pneus médios, com a queda da temperatura, pode ter sido uma das causas de seu erro, Leclerc reiterou que a culpa era dele: “Acho que não, porque na primeira volta eu estava correu muito bem, na segunda eu tentei acelerar um pouco mais e fui até a parede.
Valtteri Bottas, graças a uma tentativa final que foi simplesmente perfeita, conquistou a segunda pole position da temporada e também o novo recorde da pista, com o tempo de 1m40s495.
Apesar da felicidade de uma pole roubada de seu companheiro de equipe por apenas 59 milésimos, Bottas criticou a decisão de se estender as horas de qualificação até o pôr do sol. Essa decisão derrubou as temperaturas do asfalto e dificultou a colocação dos pneus de forma correta.
“Foi difícil aquecer os pneus, você não deve correr tão tarde aqui, mas de alguma forma eu consegui. Estou muito feliz. É uma ótima sensação poder fazer a pole na última volta. Devo admitir que foi realmente uma grande última tentativa. A Ferrari foi muito forte, mas Leclerc cometeu um erro que o tirou do jogo. Fizemos um ótimo trabalho como equipe para monopolizar toda a primeira fila após alguns testes difíceis. ”
Sebastian Vettel, terminou em terceiro, três décimos do pole, mas acredita que esse distanciamento se deve principalmente ao fato de não poder explorar uma trilha  (ter alguém na frente para criar vácuo) na Q3, em sua última tentativa. Vettel (que também se arriscou muito na curva 8, tocando a parede do lado de dentro) teve que se render às Mercedes. Ele enfatizou que lutou sobretudo para se adaptar à temperatura do asfalto que estava baixando continuamente:
“Não sei se a Mercedes tirou o lastro, eles pareciam mais rápidos que nós. Comecei um pouco mal, mas no final estava indo melhor, mesmo que fosse um pouco complicado, porque a sessão era muito longa e a temperatura continuava caindo com o sol poente “.
A dúvida do piloto da Ferrari, no entanto, é que a escolha de fazer a última volta sem uma trilha na Q3 pode ter custado caro: “Fiz uma boa volta, mas não tive uma trilha no último setor e acho que isso me custou caro. Eu estou feliz mesmo assim, porque acho que fizemos mais ou menos o melhor, mesmo que como equipe esperássemos uma sessão melhor e estar mais perto do topo “.
Lewis Hamilton elogiou o trabalho da equipe por ter monopolizado a primeira fila apesar de uma alegada inferioridade na reta em comparação com a Ferrari. Para Hamilton, amanhã os vermelhos ainda serão um adversário difícil.
Hamilton estava certo de ter conquistado a pole position, mas depois de cruzar a linha de chegada, recebeu a comunicação via rádio que foi superado por de Valtteri Bottas.
Apesar dessa decepção mínima, o pentacampeão mundial olhou para o copo meio cheio. Hamilton, de fato, recebeu a qualificação dos dois Mercedes com enorme satisfação, especialmente depois de duas sessões livres correndo atrás das Ferraris.
“Foi um fim de semana muito complicado para nós. As Ferraris foram muito rápidas, mas Valtteri fez um trabalho excepcional. Esta primeira fila é um resultado extraordinário. Chegamos a esta pista sem trazer atualizações, ao contrário da Ferrari. Eles foram muito rápidos graças a essas inovações, mas conseguimos monopolizar a primeira fila apesar dessas circunstâncias. Uma boa luta nos aguarda amanhã “.
(Com informações do https://it.motorsport.com/f1)