06/02/19

Isola: só mudança no pneu não agita corrida

Mario Isola, diretor de esportes a motor da Pirelli, afirmou, em entrevista ao site “RaceFans.net”, que apenas mudanças nos pneus não dariam mais ação nas corridas de Fórmula 1. O dirigente italiano explicou a razão de a fabricante de pneus ter voltado atrás na política de criar pneus mais macios para encorajar as equipes a adotarem estratégias de múltiplos pit stops. Ele usa como exemplo o fato de as escuderias preferirem poupar os pneus ao invés de irem aos boxes.
“Se falarmos sobre as corridas do ano passado, veremos que a maioria delas foram corridas de só um pit stop. As equipes têm uma abordagem diferente; elas tentam administrar o ritmo da corrida em vez de acelerar e aumentar o número de paradas porque, então, voltam ao tráfego e têm que ultrapassar – isso é mais difícil, então têm um diferente abordagem”, comentou Isola.
Para a temporada de 2019, o novo regulamento da F1 proporcionará mudanças estéticas nos carros. As asas serão mais simples, o que deve ajudar os monopostos a se aproximarem nas corridas. Os tanques de combustível, por outro lado, serão maiores, permitindo mais tempo de pista para cada stint. Isola acredita que também serão necessários pneus menos frágeis, que ajudem o piloto a tirar o maior proveito do carro.
“Para 2019, é melhor selecionar compostos que sejam um pouco mais consistentes, digamos, um pouco mais duros do que os de 2018, para se ter apenas um pit stop, mas os pilotos conseguirem acelerar mais. Este ano também temos cinco quilos de combustível. Isso significa que em algumas corridas que foram limitadas pelo combustível no ano passado, eles podem acelerar, eles podem ter um ritmo de corrida diferente. Quando falamos de Fórmula 1, temos que pensar em todos os fatores, não podemos simplesmente pegar os pneus e considerar os pneus em si, é um erro. Temos que considerar o pacote e conversar com a FIA, FOM, equipes, pilotos e tentar encontrar uma solução juntos. Se trabalharmos sozinhos em pneus, é a abordagem errada”, concluiu.

Para 2019, a gama de cores da Pirelli foi substituída por um simples branco, amarelo e vermelho para representar os três compostos diferentes para um fim de semana de corrida. Mas com a gama completa de cinco compostos disponíveis para testes, a Pirelli decidiu ajudar tanto equipes quanto espectadores, alterando os projetos dos pneus.
As equipes terão apenas pneus “soft” (vermelho), “médio” (amarelo) e “hard” (branco) para escolher nas corridas desta temporada, com a Pirelli escolhendo a dureza desses três compostos em uma seleção de cinco. No entanto, para os testes de inverno e de temporada, quando as equipes podem usar a seleção completa de cinco compostos, os pneus mais duros e macios disponíveis terão suas listras removidas, para ajudar as pessoas a saberem qual é o pneu.
“Normalmente, só vemos três cores em todas as corridas, então também usamos apenas três cores nos testes. Mas queremos ter certeza de que as pessoas possam distinguir os compostos. Como resultado, os pneus mais duros e mais suaves não serão marcados com listras: apenas as cores podem variar”, disse Mário isola.
Os testes de inverno para a temporada de 2019 da Fórmula 1 começarão no Circuito de Barcelona-Catalunha na segunda-feira, 18 de fevereiro.