20/01/19

Hamilton vetaria Verstappen na Mercedes

 

Tony Jardine, especialista da F1 que tem sido muito citado ultimamente, fez mais uma das suas declarações polêmica. Admitiu que Lewis Hamilton poderia impedir que Verstappen se juntasse à Mercedes.
Max Verstappen uma reputação como um dos mais brilhantes talentos do grid graças às suas atuações na Red Bull. E ele tem sido apontado como um futuro campeão, com chance de quebrar o recorde de Sebastian Vettel como o mais jovem vencedor do esporte.
Ambicioso, Verstappen deu a entender que poderia deixar a Red Bull se eles não forem competitivos o suficiente quando seu contrato expirar em 2020. E a Mercedes, sem dúvida, estaria interessada em contratar o holandês altamente cotado para tentar continuar seu domínio.
Jardine, que trabalhou com a Goodyear, Brabham, McLaren e Lotus na F1, diz que Verstappen e o pentacampeão Lewis Hamilton seriam a linha de “sonho” da Mercedes.
No entanto, ele acredita que Hamilton pode impedir a Mercedes de levar o piloto de 21 anos – assim como Sebastian Vettel fechou a porta para Daniel Ricciardo na Ferrari.
“Seria o time dos sonhos, não seria?”, Jardine disse à Express Sport, quando perguntado se Verstappen poderia se juntar a Hamilton na Mercedes em 2020.
“A Mercedes adoraria poder fazer isso. Tenho certeza de que Verstappen adoraria ir para a Mercedes se ainda for muito competitiva. Mas, na verdade, penso um pouco como Vettel que protesta o máximo possível sobre quem pode ser seu companheiro de equipe. Todos pensávamos que Daniel Ricciardo iria para a Ferrari, mas Vettel o manteve fora. Lewis pode ser capaz de manter Verstappen fora “.
Verstappen e Hamilton juntos na Mercedes na campanha de 2021 dependeria da existência de um lugar vago e do britânico estendendo seu próprio contrato. Jardine, no entanto, acredita que Hamilton pode se juntar à Ferrari no final de seu atual contrato. E a Mercedes poderia atacar Verstappen para substituir o homem de 34 anos.
Verstappen recentemente sugeriu que só se juntaria à Mercedes ou Ferrari se Hamilton ou Vettel não estivessem com suas equipes atuais.
“Quando penso em minha própria carreira, não é conveniente sentar-me ao lado de Hamilton ou Vettel agora. Embora eu absolutamente faria isso se não tivesse outra escolha. Acredito que com a Red Bull eu também posso me tornar campeão, contanto que tenhamos o pacote certo juntos.”
Jardine acredita que, em 2019, Hamilton vai sair no topo, com Vettel vice-campeão do ano passado, caindo para terceiro.
“Num tiro no escuro, eu iria de Hamilton, Verstappen e Vettel”, disse Jardine, quando pediram para nomear seus três melhores para 2019.