07/03/19

Hamilton: Mercedes tem uma colina a escalar

Lewis Hamilton elogiou o trabalho da Ferrari no inverno e acredita que a Mercedes tem uma “colina para escalar” na corrida pelo título da F1 2019. O piloto inglês acha que a Ferrari deu um grande passo com seu SF90,e ao mesmo tempo admite que o carro da Mercedes não está “com ótimo desempenho”.
“No ano passado eles chegaram aqui com um carro que estava funcionando bem, mas fizeram ainda melhor este ano”, disse o inglês a repórteres, durante os testes de Barcelona.
“Tudo bem, não nos importamos com um desafio, gostamos de lutar – significa apenas que temos que trabalhar mais duro. Temos uma colina para escalar, mas sabemos como fazer isso”.
Hamilton também afirma ter que extrair mais desempenho de si mesmo se quiser manter sua coroa. “Como piloto, com certeza, tenho que pensar em como posso extrair mais”, disse ele.
Embora o Flecha de Prata tenha revelado impressionante ritmo no último dia de testes em Barcelona, com Hamilton afirmando que seu teste foi “muito positivo”, ele disse que a Ferrari pode ter se aproveitado das novas regras aerodinâmicas melhor do que a Mercedes.
“Claro que há um ponto de interrogação sobre se eles têm, ou se temos a filosofia certa. Sabemos que o carro não foi ideal nessas duas semanas e poderíamos tê-lo ajustado”.
No final de uma entrevista detalhada e intrigante, Hamilton manteve sua crença de que a Ferrari está “um passo à frente” ao olhar para as atualizações que cada equipe trará em 2019.
“É uma corrida de desenvolvimento, mas acho que tenho uma equipe forte para poder lutar contra essa batalha de desenvolvimento. Naturalmente, quando você começa dois ou três passos à frente, é mais fácil manter pelo menos um desses pés à frente ao longo do ano, mas o tempo dirá.”
E num vídeo divulgado hoje, ele comentou:
“Estou aqui na fábrica apenas vendo a equipe dar os últimos retoques no carro. Há um monte de caixas prontas para serem enviadas para a primeira corrida para Melbourne. Este é o lugar onde meu carro foi preparado nos últimos seis anos, é o meu sétimo ano com a equipe agora. Estou superanimado para a primeira corrida. Tivemos ótimas reuniões com os engenheiros, estive no simulador – coisa que não faço com frequência – e tenho analisado testes, o que podemos fazer melhor e onde podemos melhorar. Há muito trabalho a ser feito e temos uma colina séria para escalar. Mas nós somos a melhor equipe, então estou muito animado e encorajado para ver tantas pessoas trabalhando tanto. Eu espero que vocês estejam animados como eu estou. Eu não posso esperar e ansioso para ver alguns de vocês lá fora”.

Bottas tem um novo engenheiro

Valtteri Bottas tem um novo engenheiro de corrida para esta temporada com a promoção Riccardo Musconi para essa função. .
Nas duas últimas temporadas que Bottas trabalhou com Tony Ross, que passou para o programa de Fórmula E. Musconi trabalhou anteriormente como engenheiro no lado da garagem de Lewis Hamilton.
Bottas disse ao Crash.net: “Há sempre um pouco de trabalho para começar um novo relacionamento de engenheiro e piloto. Eu tenho também um novo engenheiro de desempenho então parece um novo começo para a temporada. Só nos conhecemos melhor no final do ano passado, mas acho que tem sido muito bom. Às vezes as mudanças podem ser boas, começamos com uma página limpa e nova. Em todas as reuniões que tivemos em dezembro e janeiro, falamos do meu desempenho, do que podemos fazer melhor durante os fins de semana de corrida, das minhas fraquezas, minhas forças. Tem sido bom trabalhar com duas pessoas novas e até mesmo em testes foi agradável. Obviamente, ainda estamos nos conhecendo melhor e quando chegar a hora de montar no carro com tempo limitado durante os fins de semana de corrida, veremos como podemos fazer isso. Mas, até aí tudo bem “.
Lewis Hamilton continuará trabalhando com o engenheiro veterano de longa data Peter Bonnington.