28/01/19

Hamilton continua sendo o mais bem pago

Lewis Hamilton, mais uma vez, será o piloto mais bem pago do grid da Fórmula 1 em 2019, devendo receber um total de 57.000 milhões de dólares, aproximadamente 215 milhões de reais. Sebastian Vettel, com 45 milhões, e Daniel Ricciardo, com 17 milhões, completam o trio mais bem pago.
Ricciardo saltou para os três primeiros lugares depois de trocar a Red Bull pela Renault, com a saída de Fernando Alonso e a transferência para a Sauber de Kimi Raikkonen que também ganhavam mais do que ele.
O novato Alexander Albon é o piloto mais mal pago, enquanto Robert Kubica é o mais bem pago entre os pilotos que entram na Fórmula 1 em 2019 – embora tenha muita experiência na F1 no passado, é claro.
F1 Weekends on YouTub fez a lista que diz ser a definitiva dos salários da F1, em 2019. Veja abaixo, com a quantia em dólares, considerando-se que o moeda norte-americana está cotada hoje, dia 28, a R$,377:

Alexander Albon – Toro Rosso –  170.000
George Russel –  Williams – 180.000
Antonio Giovinazzi – Sauber – 230.000
Lando Norris – McLaren – 260.000
Daniil Kvyat – Toro Rosso – 300.000
Robert Kubica – Williams – 570.000
Kevin Magnussen – Haas – 1.200.000
Lance Scroll – Racing Point – 1.200.00
Pierre Gasly – Red Bull – 1.400.000
Romain Grosjean – Haas – 1.800.000
Sergio Perez – Racing Point – 3.500.000
Charles Leclerc – Ferrari – 3.500.000
Carlos Sainz – McLaren – 4.000.000
Nico Hulkenberg – Renault – 4.500.000
Kimi Raikkonen – Sauber – 4.500.000
Valtteri Bottas – Mercedes – 8.500.000
Max Verstappen – Red Bull – 13.500.000
Daniel Ricciardo – Renault – 17.000.000
Sebastian Vettel – Ferrari – 45.000.000
Lewis Hamilton – Mercedes – 57.000.000