24/05/19

Hamilton admite surpresa com ritmo do W10

Lewis Hamilton admite que foi surpreendido pelo grande ritmo do seu carro nos treinos livres do Grande Prêmio de Mônaco, quando a o W10 da Mercedes foi sete décimos mais rápido do que seus rivais mais próximos, Ferrari e Red Bull.
Lewis Hamilton foi melhor que seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, nas duas primeiras sessões de treinos, mas reconhece que não esperava tal vantagem no Principado.
“Eu não sei onde conseguimos o ritmo, mas estamos melhorando constantemente este carro, o desempenho é melhor a cada dia e eu acho que é por isso que temos uma grande vantagem sobre nossos rivais”, disse Hamilton em comentários ao portal RaceFans.
“Estou muito feliz com a configuração, fizemos pequenos ajustes nas duas sessões de treinos, é uma surpresa ver a vantagem que tivemos nas duas sessões, depois de fazer apenas pequenas alterações. A performance é fantástica, é incrível que a cada ano rodamos mais e mais rápido, e este ano estamos ainda mais rápidos”.
Hamilton vai tentar sua segunda pole em Mônaco amanhã. O inglês, o piloto com mais poles na história da Fórmula 1, só conseguiu se classificar primeiro no Principado uma vez, em 2015, mas apesar de sair em primeiro, terminou em terceiro lugar na prova.
Enquanto a Mercedes voa pelas ruas de Monte Carlo, a Ferrari enfrenta problemas com pneus, principalmente as bolhas nos da frente.
“Nós ainda estamos tendo problemas com os pneus, por isso não estou muito feliz com o carro. Em geral, ainda tem pouca aderência, está muito nervoso e escorrega muito “, explica Vettel.
Mas o piloto é otimista em relação ao fim de semana: “Ainda temos potencial, se colocarmos os pneus sob controle, iremos para a frente novamente. É muito bom que tenhamos aqui um dia no meio, onde podemos ver um pouco mais os detalhes”.