07/02/19

Haas não muda só as cores, diz Gene Haas

O fundador da Haas, Gene Haas, aplaudiu o trabalho de toda a equipe para criar um carro inconfundível, não só por suas cores, mas também pela aerodinâmica e pelo seu novo aspecto. Haas disse esperar que as novas regras deem opções para a equipe dele se destacar a cada domingo.
“Este é um momento da temporada em que se espera que tenhas desenhado tudo bem e que possa ser competitivo diretamente. O novo carro é inconfundível, não só por suas cores, mas também pelas regras novas. Oxalá, essas mudanças no desenho de 2019 melhorem a ação na pista e, o mais importante, nos deem uma oportunidade de marcar a diferença em cada Grande Prêmio”, comentou Haas em entrevista publicada pela Formula Spy.
A Haas terminou em 4º a temporada do ano passado e, embora tenha sido seu melhor ano na F1, espera melhorar em 2019, por isso decidiu se fortalecer com a associação com a Rich Energy, responsável pela mudança de cores do carro.
“É importante que sigamos nosso progresso como equipe e esta temporada não é nada diferente. Nossa associação com a Rich Energy é exemplo positivo de irmos adiante como organização. Estamos encantados por ver suas cores no VF-19, e lhe damos as boas-vindas em sua união ao grupo de patrocinadores que usa a F1 como plataforma de marketing global” concluiu Haas.
O chefe da Rich Energy, William Storey, explicou que as cores novas do VF-19 foram selecionadas deliberadamente para trazer de volta a melhor decoração da história da Fórmula, a da Lotus e do patrocinador John Player Special, das décadas de 1970 e 1980. E revela que pretende competir diretamente com a Red Bull.
“Queremos competir com a Red Bull no mercado de bebidas, isso está claro. Acreditamos que temos um produto e uma marca melhores do que a Red Bull, e é fantástico poder competir com eles dentro e fora da pista. O fato de eu ser um grande apaixonado pelos carros da F1 é um extra. Ficava encantado com a JPD Lotus, creio que a melhor decoração da história da F1. Não precisa ser um gênio para ver que a estamos recuperando. Obviamente é algo bastante divertido e emocionante”, declarou Storey ao portal Motorsport.com.
“Obviamente, estudamos vários acordos, com várias equipes. Acreditamos que com respeito à gestão, ética, modelo de negócio, eficiência e profissionalismo, por sua forma de focar o que é importante eram fantásticos. Enquanto muitas equipes grandes se perdem em coisas secundárias, ele parecem ter uma ética muito similar à nossa”, afirmou Storey para justificar a associação com a Haas.