17/11/19

Gasly e Sainz, o 1º pódio ninguém esquece

Pierre Gasly, o segundo colocado, e Carlos Sainz, que herdou o terceiro lugar, conquistaram em Interlagos, o primeiro pódio da carreira. O piloto da McLaren não foi tão efusivo quanto ao da Toro Rosso, mas ambos comemoraram a conquista.
Gasly, que também deu o segundo pódio da temporada para a sua equipe considerou o fato como algo inesquecível.
“É o meu primeiro pódio na Fórmula e, sem dúvida, não vou esquecê-lo nunca. É um momento muito especial, muito emocionante, quase não tenho palavras. Quero agradecer a todos os meninos da Toro Rosso, que me deram um carro fantástico desde a minha volta. Hoje é um grande dia para nós todos. Estive no pódio em outras categorias, mas isto é que tem de bom este esporte, jamais esqueces essas emoções”.
Gasly superou Hamilton por menos de um décimo de segundo e teve de exigir o máximo do motor Honda para manter o segundo lugar.
“A gente tem de acreditar sempre e tive um precioso final com Lewis, tentando tirar o último quilometro para manter esse segundo lugar. Estava rezando para que o motor desse tudo que pudesse e se não fosse o progresso da Honda não poderíamos ter feito o que fizemos”.
Antes mesmo de saber da promoção ao terceiro lugar, Carlos Sainz já destacava seu contentamento pela corrida, em que saiu da última posição. Ao ver a cerimônia do pódio, admitiu que gostaria de estar lá, sobretudo depois de jornada tão brilhante, em que tudo saiu perfeito.
“Com pódio ou sem pódio, estou vendo que fui o único que fez uma parada e isso quer dizer que fizemos tudo perfeito, desde o ataque nas primeiras dez voltas, quando passei por cinco ou seis carros na curva e 1 a na 4. Eu me imaginava 10º ou 9º, fazendo uma corrida perfeita, mas na verdade o carro estava bem melhor do que na sexta-feira e tudo saiu absolutamente bem”.