04/02/19

FIA veta troca e mantém o nome da Racing

A FIA frustrou as intenções da nova equipe e manteve o nome de Racing Point para a sucessora da Force India na Fórmula 1. O site RaceFans apurou que a Comissão de Fórmula 1 aprovou, na quinta-feira, formalmente, mudanças de nomes de duas das 10 equipes do grid para 2019 e uma delas foi a da substituição da Force India pela Racing Point.
Otmar Szafnauer, diretor da equipe, indicou anteriormente que o novo nome ainda estava em discussão e a nova identidade seria revelada pouco antes do início da temporada. O RaceFans diz que, todavia, os esforços para adquirir um nome alternativo não foram bem-sucedidos, depois de contatos com detentores de nomes da F1. Um dos procurados foi o dono da marca da Lola, que competiu esporadicamente na F1 entre os anos 1960 e 1990 e deixou a categoria em 1997.
A Comissão da F1 aprovou a mudança de nome da equipe e do chassi da Force India para o Racing Point por uma maioria de 22 votos a favor e dois contra num processo de votação por quatro dias.
A outra mudança de nome, que foi aprovada por unanimidade, fará o nome Sauber desaparecer completamente da lista de entrada F1 pela primeira vez desde 1992. A equipe foi renomeada como Alfa Romeo, conforme se anunciou na sexta-feira.