29/01/19

A Ferrari pode ter pintura bastante diferente

A Ferrari poderá ter uma pintura marcadamente diferente para 2019, em comparação com o padrão Maranello, segundo informa a revista
Autosprint. A publicação italiana diz também que o carro de Maranello poderá ser chamado de SF-90, uma referência aos 90 anos da fundação da Scuderia Ferrari por Enzo Ferrari.
“Essa pintura diferente poderia ser por causa do novo par com a Mission Winnow, uma operação de marca inovadora criada pelo patrocinador de tabaco da Ferrari”, publica a revista.
Alguns fãs acham que a nova pintura da Ferrari pode ser semelhante à lançada pela equipe de MotoGP patrocinada pela Mission Winnow, da Ducati e Missão Winnow também pode ser adicionado ao nome oficial da equipe da Ferrari.
O site soymotort.com lembra que a Ferrari sempre pintou seus carros de vermelho, seguindo a tradição dos anos iniciais da F1 moderna, quando as escuderias pintavam seus carros em função do país de procedência e o vermelho é a cor da Itália.
Asa exceções foram o EL 212/8, de 1968 e 1969, que tinha linhas amarelas nas laterais. O 312B, usado em 1971, começou com a moda de pintar de branco as asas dianteiras e traseiras. Em 1983, com o 126C3, começou-se a pintar ambos os carros de completamente de negro, desenho que se manteve até o F31oB, de 1997.
O mais inovador foi o F93A, de 1993, que tinha uma grande faixa branca cruzando horizontalmente todo o carro, desde a asa traseira até praticamente as rodas dianteiras, como o SF16-H, de 2016. Em 2018, a Ferrari apresentou o SF71H, vermelho, e o branco só aparecia no fundo do dorso negro, Todo o corpo do carro, halo e asas eram completamente vermelhos.