05/04/19

Ex-chefe da Ferrari critica exagero com Mick

Cesare Fioria, que chefiou a divisão de Fórmula 1 da Ferrari de 1989 a 1991, e foi chefe de Nigel Mansell e Alain Prost, não concorda com o entusiasmo em torno de Mick Schumacher.
“Eles estão fazendo muito barulho sobre ele, mas para mim ele não é competitivo no momento. Na Fórmula 2 ele está correndo em um carro muito competitivo, mas ficou em oitavo e sexto lugar no Bahrein “, disse Fioria ao Tuttomotoriweb.com.
” Ele ficou em segundo durante o teste de Fórmula 1, com pneus duas vezes mais macios que os de Verstappen, que foi mais rápido. Até agora, para mim, Mick Schumacher não parece competitivo, e estão fazendo um grande alarde ao redor dele”, acrescentou Fioria.
O ex-dirigente não poupa também o atual chefe de equipe da Scuderia:
“Foi um erro chamar Sebastian Vettel de número um antes da temporada. Binotto é um excelente engenheiro, mas não esperava que Charles Leclerc fosse tão rápido desde o início, tornando-se um problema para Binotto. Se eu tivesse que decidir, eu os deixaria ir em liberdade, que oi o que eu fiz com Mansell e Prost na época, eles nunca tiveram um problema com isso ”.
Sobre Sebastian Vettel, Fiora diz:
“Ele faz muitos erros quando sob pressão. A Ferrari deve tirar a pressão sobre ele, mas isso não é fácil na batalha apertada com a Mercedes a longo prazo, mas é Leclerc o homem em quem você tem que apostar. “