04/08/19

Estratégia ousada levou Hamilton à vitória

A ousada estratégia de duas paradas adotada pela Mercedes, contra uma só de Max Verstappen, garantiu a vitória de Lewis Hamilton, em Hungaroring. Depois da parada inesperada na volta 49, para colocar pneus médios, o piloto inglês tirou uma diferença de 21 segundos e ultrapassou o holandês a três voltas do final, para vencer a corrida.
A Mercedes decidiu arriscar a estratégia diferente depois de ser superada por Max Verstappen ao longo da corrida. A equipe previu que o baixo rendimento do pneu duro de Verstappen nas últimas voltas possibilitaria a Hamilton chegar nele e ultrapassá-lo, como aconteceu,
No momento da parada, Hamilton duvidou da eficácia da estratégia, mas depois reconheceu que estava certa:
“Sou muito grato ao time, eles sempre acreditaram em mim. Sempre sinto que é uma nova vitória para nós”, ressaltou.
Nas últimas 20 voltas, quando teve de acelerar até o limite, Hamilton teve problemas com freios.
“Ser capaz de jogar assim em uma corrida é incrível. Eu fui ao limite o tempo todo. Durante todo o final de semana e na corrida, tivemos problemas com a temperatura dos freios. Eu tive que optar pelo lift & coast, que significou evitar pisar no freio por meia volta”, explicou.
Lewis aplaudiu a excelente condução de Verstappen:
“Ele se defendeu muito bem. Eu não sabia se seria possível superar esses 21 segundos. Max estava rodando muito rápido, mas no final essa distância foi reduzida”, disse ele.
Finalmente, o piloto lembrou de Niki Lauda, que certamente teria vibrado com uma corrida como essa.
“Se Niki estivesse aqui, ele teria tirado o boné para nós”, falou Hamilton.