13/10/19

Erro na sinalização altera o resultado do GP

Um erro na sinalização da bandeira quadriculada fez o resultado do GP do Japão ser alterado depois da corrida. Uma falha fez os painéis eletrônicos de Suzuka darem a corrida por encerrada uma volta antes do previsto. Por causa disso, a ordem da classificação final foi alterada, pois mesmo com a bandeira quadriculada sendo exibida no momento correto, o regulamento prevê que a primeira sinalização, mesmo que eletrônica, é a que vale.
Após o fim da prova, a direção de prova identificou falha que fez com que o painel de luzes da bandeira quadriculada fosse acionado ao final da penúltima volta. Com isso, algumas posições foram alteradas em relação à classificação provisória, uma vez que o regulamento da F1 é rigoroso quanto ao uso da bandeira quadriculada.
O artigo 43.2 do regulamentos esportivo da F1 declara: “Se por qualquer motivo, o sinal de fim de corrida for dado antes do carro líder completar o número de voltas programadas ou o tempo limite seja concluído, a corrida será considerada encerrada quando o carro líder cruzar a linha de chegada pela última vez antes do sinal ser dado”
Portanto, embora o problema não tenha interferido no resultado dos ponteiros, Sergio Perez que havia abandonado a corrida na última volta, manteve a nona posição em que estava na passagem anterior, causando um efeito em cascata em todo o restante do grid.
A classificação final passou a ser a seguinte
1 – Valtteri Bottas, Mercedes
2 – Sebastian Vettel, Ferrari
3 – Lewis Hamilton, Mercedes
4 – Alex Albon, Red Bull
5 – Carlos Sainz Jr., McLaren
6 – Daniel Ricciardo, Renault
7 – Charles Leclerc, Ferrari
8 – Pierre Gasly, Toro Rosso
9 – Sergio Perez, Racing Point
10 – Nico Hulkenberg, Renault
11 – Lance Stroll, Racing Point
12 – Daniil Kvyat, Toro Rosso
13 – Lando Norris, McLaren
14 – Kimi Raikkonen, Alfa Romeo
15 – Romain Grosjean, Haas
16 – Antonio Giovinazzi, Alfa Romeo
17 – Kevin Magnussen, Haas
18 – George Russell, Williams
19 – Robert Kubica, Williams
20 – Max Verstappen, Red Bull

(Do motorsport.com/f1)