19/04/19

Empresa russa nega a compra da Williams

Um porta-voz da empresa russa Uralkali, da qual o pai do piloto Nikita Mazepin, Dimitri Mazepin, é principal acionista, negou a existência de qualquer interesse na aquisição da equipe Williams da Fórmula 1.
“A informação que apareceu na imprensa é falsa, Uralkali não manteve conversas para uma possível compra da equipe Williams”, afirmou o representante da empresa, em declarações ao portal RaceFans.net.
Os rumores não eram de todo estranhos. Nikita Mazepin já fez um teste com a equipe inglesa no túnel de vento antes de se tornar um piloto de testes da Force India desde a campanha de 2016.
Dmitry Mazepin foi um dos homens que se envolveram na licitação da equipe indiana depois que a entidade foi controlada pela administração britânica. Sua tentativa foi malsucedida porque a venda foi alterada para uma transação baseada em ativos.
No meio do ano passado Uralkali e Dmitry Mazepin optaram por comprar Force India, mas a FRP Consultoria, responsável pela gestão da equipe, após a falência, escolheu o consórcio canadense liderado por Lawrence Stroll, que criou a equipe Racing Point. A Uralkali entrou com uma ação judicial contra a FRP Consultoria, considerado o processo fraudulento e a situação ainda não foi resolvida em tribunal.
Em relação a Williams, o porta-voz de Uralkali ratificou que “a informação que apareceu na mídia é incerta. A Uralkali não teve nenhuma negociação sobre a compra da equipe Williams. ”
Nikita Mazepin participa este ano no Campeonato de Fórmula 2 com a equipe de ART, mas não conseguiu marcar pontos em suas duas primeiras corridas na categoria na pista de Sakhir.
Por seu turno, Williams não conseguiu adicionar nenhum ponto para o Campeonato de Construtores nas três primeiras corridas de 2019. Teme-se que a entidade britânica sofra seus primeiros problemas financeiros este ano depois de obter apenas cinco milhões de libras esterlinas no mercado de ações no ano passado, embora tenha divulgado recentemente que suas contas anuais continuam a fornecer benefícios, apesar de a equipe ser claramente a mais lenta do grid e a única que não marcou nesta temporada.