20/04/19

Brawn apoia a gestão da equipe de Binotto

Ross Brawn, diretor esportivo da Fórmula 1, considera que Mattia Binotto faz uma boa gestão da Ferrari, apesar das críticas por causa das ordens de equipe em beneficio de Sebastian Vettel.
“Mattia está tendo que administrar o que definitivamente é uma situação nova para Ferrari, sob a forma de dois pilotos que lutam em um nível muito alto. Por enquanto, Mattia está gerindo bem a situação, tentando por um lado com o jovem e talentoso Leclerc, enquanto lida com o recurso valioso que representa Vettel, que como quatro vezes campeão do mundo tem mostrado que é capaz de lidar com a pressão como no passado. Este é, sem dúvida, um ano difícil para Sebastian, e o pódio em Xangai será um incentivo à sua confiança, enquanto Charles demonstrou grande maturidade ao aceitar as decisões da equipe que não são fáceis de digerir. ”
Brawn passou pela Mercedes e Ferrari ao longo de sua carreira, então ele sabe como funcionam as duas estruturas. Tendo isso em mente, o engenheiro britânico afirma que a Ferrari terá que acertar todas as suas decisões se quiser ter uma chance de vencer a Mercedes.
“No Bahrein, a equipe teve o desempenho, mas não a confiabilidade. Na China, o desempenho não foi até o nível de lutar com a Mercedes pela pole no sábado ou a vitória no domingo. Portanto, vindo dos testes de inverno convencidos de que eles poderiam dar guerra à equipe anglo-germânica em igualdade de condições, os italianos se viram atrás tanto do campeonato de pilotos como do campeonato de construtores, e no último a diferença já é bastante grande “, analisou.
As três primeiras corridas confirmaram que, se a Ferrari quiser desafiar a Mercedes, tudo tem que ser perfeito em todos os níveis, segundo Brawn.
“As três primeiras corridas confirmaram que, se a Ferrari quiser desafiar a Mercedes, tudo tem que ser perfeito em todos os níveis: desempenho, confiabilidade e trabalho em equipe. É o que Binotto e seus caras têm que fazer; conhecendo Mattia, estou convencido de que ele está ciente disso e que dedicará toda a sua energia para garantir que isso aconteça “, concluiu o engenheiro.
As controversas ordens de equipes da Ferrari colocaram Mattia Binotto no centro das atenções: o líder da equipe Cavalinho Rampante interveio em todos elas. Três corridas foram realizadas até agora, com ele apostando em Sebastian Vettel à custa de Charles Leclerc, depois de negar que o tetracampeão teria prioridade sobre o jovem monegasco.