30/11/19

Binotto admite seu erro na saída de Leclerc

O chefe da equipe da Ferrari, Mattia Binotto, admitiu que “estragou tudo” ao não mandar Charles Leclerc à linha de largada a tempo de começar uma última volta. O monegasco saiu atrás de Vettel e ficou sem tempo para abrir uma volta, enquanto esperava o companheiro começar a dele.
Binotto disse que a equipe apostou em enviar seus carros por último, para tirar o máximo proveito das melhores condições da pista. Afirmou que foi uma “escolha consciente” no “último minuto”, mas deixou o tempo “muito apertado”. “Nós estragamos tudo”, acrescentou Binotto.
Leclerc disse que “não fazia ideia” do que havia acontecido à sua frente, o que o impedia de começar sua volta a tempo.
“Não sei se foi uma situação foi azarada ou se poderíamos ter feito algo melhor. Mas vamos analisá-la e tentar entender, para que isso não aconteça novamente, porque é uma grande vergonha “.
Vettel disse que outros carros à sua frente o impediram de deixar ao seu companheiro tempo suficiente para começar sua volta.
“Foi uma pena. Charles não deu uma volta sequer”.