01/05/19

Barcelona presta tributo com bandeira dupla

O Circuito da Catalunha prepara tributo para marcar o 25º aniversário da morte de Roland Ratzenberger e Ayrton Senna. No Grande Prémio de Espanha de 2019, o vencedor do levará ao pódio uma bandeira com as cores austríacas e brasileiras, em homenagem aos dois pilotos que morreram em 30 de abril e 01 de maio de 1994, respectivamente.
O tributo realiza, em parte, o desejo de Senna, que planejava fazer algo similar para prestar homenagem a Ratzenberg, que morreu um dia antes dele.
“Queremos realizar o sonho de Senna. Queremos realizar a homenagem que nunca foi feita e queremos fazer isso com a ajuda de todos os fãs”, frisou o presidente da Circuit, Vicente Aguilera.
Lewis Hamilton fez hoje mais uma das inúmeras homenagens que já prestou a Senna, com publicação na sua página do Instagram. Usando várias imagens da carreira do ídolo, chamou Senna de “gênio, mestre e herói”, bem como destacou seus esforços no Grande Prêmio da Europa de 1993, em Donington, onde Senna conquistou uma marca registrada na chuva, fazendo a que se chamou a “Volta do Deuses”, com que Senna ultrapassou seus adversários na primeira volta do Grande Prêmio da Europa.
A McLaren tuitou: Relembramos a vida de uma lenda do automobilismo, quando completamos 25 anos desde que perdemos nosso amigo e colega, Ayrton Senna.
Jean Todt, presidente da FIA, registou: “Há 25 anos em Imola, perdemos um piloto fabuloso e um homem generoso. Sentimos sua falta, Ayrton Senna”.