27/03/19

Bahrein deve repetir batalhas estratégicas

O GP do Bahrein pode repetir as tensas batalhas estratégicas do ano passado, em consequência, principalmente da drástica queda da temperatura à medida que a noite avança.
A previsão é de Mario Isola, chefe do setor de corridas da F1, da Pirelli, fornecedora de pneus.
“Já vimos algumas emocionantes batalhas táticas no Bahrein, principalmente no ano passado, e esperamos que haja ainda mais potencial para isso neste ano. Os compostos C1 e C2 que são as escolhas duras e médias neste fim de semana são na verdade um pouco mais suaves do que os pneus duros e médios no ano passado, o que deve torná-los ainda mais adequados para a pista. Embora a chave para o Bahrein seja o gerenciamento dos pneus traseiros, muitas equipes não escolheram um conjunto extra de compostos duros. Como sempre, o desafio consiste em lidar com as demandas de tração em uma pista variável com queda de temperatura, bem como o asfalto mais áspero do ano ”.
O Grande Prêmio do Bahrein começa às 18h e termina à noite sob os holofotes, sendo uma das três corridas que dependem da luz artificial. As outras duas são as de Cingapura e Abu Dhabi. A superfície da pista do circuito de Sakhir é muito abrasiva, tendo sido originalmente construída usando granito da Inglaterra, uma das razões pelas quais os compostos mais duros são selecionados, os C1, C2 e C3, respectivamente, branco, amarelo e vermelho. O Bahrain tem tudo a ver com aceleração, travagem e tração, em vez de curvas rápidas, e é uma pista limitada na traseira, sendo importante cuidar dos pneus traseiros, alerta a Pirelli.
Por coincidir com o horário da corrida e da qualificação o segundo é a única sessão de treinos livres relevante, durante a qual é feita a maioria do trabalho de simulação.
O Grande Prêmio do Bahrein será seguido pelo primeiro teste inter-temporada de 2019, na terça e quarta-feira. A McLaren e a Toro Rosso dedicarão dois dias de testes aos pneus protótipo Pirelli 2020, cada um reservando um segundo carro nos dois dias para esse fim.